Bolsonaro vê candidatura de Huck como piada e aposta em segundo turno com PT

Redação Notícias
·1 minuto de leitura
Brazilian President Jair Bolsonaro speaks during the Launch of the
Presidente Jair Bolsonaro (Photo by EVARISTO SA/AFP via Getty Images)

O presidente Jair Bolsonaro tinha certeza de que disputaria o segundo turno em 2022 com o PT, segundo a colunista Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo. Mas ele acreditava que o nome do partido não seria Lula e, por isso, a vitória seria fácil, caso chegasse à próxima eleição bem avaliado. 

Com a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que anulou todas as condenações do petista pela Justiça Federal no Paraná relacionadas às investigações da Operação Lava Jato, o ex-presidente passa a ser o candidato do partido.

Leia também:

Nos bastidores, Bolsonaro sempre disse a auxiliares que a eleição se resolveria entre ele e os petistas. O presidente trata a eventual candidatura de Luciano Huck como piada e acredita que Sergio Moro está fora do jogo.

Segundo relato de interlocutores à coluna, Bolsonaro acredita que o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), não conseguiria superar o desgaste que todos os governadores devem ter por causa da pandemia de covid-19.

Auxiliares destacam que, com Lula na disputa, o presidente não pode mais errar. Bolsonaro, que até agora "jogava brincando, terá que cuidar da estratégia e do ritmo do jogo.