Bolsonaro reclama de necessidade de comprovante de vacinação para ver jogo do Santos: 'Por que isso?'

·1 minuto de leitura

O Presidente da República Jair Bolsonaro reclamou, neste domingo, da obrigatoriedade de vacinação contra o Covid-19 para os torcedores que queiram assistir às partidas nos estádios. Passando o feriado no litoral paulista, Bolsonaro disse que não foi ao jogo do Santos contra o Grêmio pela necessidade do comprovante de para entrar na Vila Belmiro.

- Por que cartão, passaporte da vacina? Eu queria ver o jogo do Santos agora e me falaram que tem que estar vacinado... Por que isso? Eu tenho mais anticorpos do quem tomou a vacina! - reclamou o presidente em entrevista ao portal Metrópoles.

Os torcedores do Santos esgotaram os 4644 disponibilizados para a partida contra o Grêmio na Vila Belmiro pela 25ª rodada do Brasileirão. Para entrar no estádio, os fãs precisaram apresentar o comprovante de vacinação completo, ou seja, com duas doses das vacinas CoronaVac, Astrazeneca ou Pfeizer ou dose única da Janssen.

+ Conheça o novo app do LANCE! e fique por dentro dos resultados e notícias!

Quem ainda não tiver concluído o esquema de imunização deverá ter tomado ao menos uma dose da vacina e apresentar um teste com validade de 48 horas, para os do tipo PCR, ou 24 horas para os testes de antígeno. O uso de máscara durante toda a partida é obrigatório em todos os setores do estádio, além de respeitar o distanciamento entre os assentos.

>> Ouça o 'Segunda Bola', o podcast do Yahoo com Alexandre Praetzel e Jorge Nicola

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos