Depois do Centrão, Bolsonaro tenta ganhar aliados no DEM e MDB

Yahoo Notícias
BRASILIA, BRAZIL - MAY 06: President of Brazil Jair Bolsonaro waves to supporters of his government who waited for him outside the Palácio do Alvorada amidst the coronavirus (COVID-19) pandemic on May 06, 2020 in Brasilia. Brazil has over 114,000 confirmed positive cases of Coronavirus and 7,921 deaths. (Photo by Andressa Anholete/Getty Images)
BRASILIA, BRAZIL - MAY 06: President of Brazil Jair Bolsonaro waves to supporters of his government who waited for him outside the Palácio do Alvorada amidst the coronavirus (COVID-19) pandemic on May 06, 2020 in Brasilia. Brazil has over 114,000 confirmed positive cases of Coronavirus and 7,921 deaths. (Photo by Andressa Anholete/Getty Images)

Além do Centrão, o presidente Jair Bolsonaro começa a tentar se aproximar do MDB no Congresso e assim isolar o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), um de seus principais desafetos hoje.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Segundo Tales Faria, colunista do UOL, a ideia do governo é mostrar força para aprovar seus projetos no Parlamento e diminuir a liderança que Maia representa hoje.

Leia também

Bolsonaro chegou a tentar trazer deputados e senadores do MDB para a base do governo, contrariando o presidente do partido, Baleia Rossi, aliado de Maia. 

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Rossi e Bolsonaro se encontraram na semana passada, e o deputado deixou claro que é contra o embarque da sigla na base governista.

O próprio MDB está rachado nessa questão. O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, tentou presidir o partido, mas perdeu a disputa para Baleia. Ibaneis, que era contra as políticas de Bolsonaro para relaxar o isolamento social, mudou sua posição após ser convidado ao Planalto e passou a defender o presidente, incluindo no ponto de flexibilizar a quarentena. Ibaneis também se reconciliou com o ex-deputado bolsonarista Alberto Fraga (DEM-DF), assíduo frequentador do Planalto.

Ainda de acordo com Tales, Bolsonaro também tentará ganhar aliados dentro do DEM, partido de Maia. Hoje, tem a aliança de nomes como os ministros da Cidadania, Onyx Lorenzoni, e da Agricultura, Tereza Cristina. A ideia é trazer para a base do Planalto deputados como o líder da sigla, Efraim Filho (DEM-PB).

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Leia também