Bola aérea defensiva preocupa o Santos e Holan quer solução rápida

LANCE!/DIÁRIO DO PEIXE
·1 minuto de leitura


Mais uma vez, o Santos voltou a sofrer com a bola aérea defensiva. Na vitória por 2 a 1 diante do Deportivo Lara, por 2 a , o gol dos venezuelanos nasceu de uma cobrança de escanteio. A equipe chegou a marcar o segundo da mesma forma, mas foi anulado por impedimento.

> Confira a classificação atualizada do Campeonato Paulista

Problema crônico do Santos na temporada passada, a bola aérea segue sendo o ponto fraco da defesa. São oito gols sofridos até agora, metade deles originados em cobranças de escanteio. Ariel Holan falou sobre o problema

- Estamos pensando nisso, vendo como buscar alternativas e veremos nas próximas partidas como melhorar esse aspecto do jogo. Espero que consigamos já no próximo jogo - afirmou o técnico.

No jogo, a defesa santista estava desfalcada de Pará, Madson e Laércio. Na lateral direita jogou o garoto Vinícius Balieiro, que falhou na marcação no gol.

Com os três homens de defesa ainda como desfalques, o Santos recebe o Ituano, neste sábado, tentando sua primeira vitória no Campeonato Paulista. O duelo será na Vila Belmiro, às 19h.