Bolaños tem lesão confirmada e desfalca o Grêmio por três semanas

A tarde desta sexta-feira foi de reapresentação para o time do Grêmio no CT Luiz Carvalho após a goleada sobre Guaraní-PAR, pela Copa Libertadores. O grupo se prepara agora para o próximo confronto na competição na próxima quarta-feira. O jogo no Chile contra o Deportes Iquique-CHI pode garantir a classificação para as oitavas de final de forma antecipada. Para isso, o Tricolor de Porto Alegre precisa empatar ou vencer o time chileno.

Contudo, as notícias sobre o equatoriano Miller Bolaños não são boas. O atleta sentiu dores na partida de quinta-feira e foi substituído ainda no primeiro de jogo. Nesta sexta-feira, o jogador foi diagnosticado com uma distensão no músculo adutor da coxa direita e deve desfalcar o time por até três semanas. Assim, ele fica de fora dos jogos contra o Deportes Iquique-CHI, na quarta-feira, diante do Botafogo, na estreia do Campeonato Brasileiro, e Fluminense, nas oitavas de final da Copa do Brasil. Com a ausência do jogador, o atacante Lucas Barrios deve ser mantido no time titular. Bolaños é o artilheiro do Grêmio na temporada, com oito gols marcados.

O lateral-direito Edílson, o meia Gastón Fernández e o volante Maicon estão em tratando lesões e não devem ficar a disposição do técnico Renato Portaluppi para a próxima partida.

Os atacantes Beto da Silva, com edema na coxa, e Fernandinho, que se recupera de lesão no tornozelo, também podem ficar de fora do jogo contra o Iquique.

O treino desta sexta-feira foi intenso para os reservas. O elenco volta às atividades neste sábado pela manhã.