Boca vence Racing (2-0) e vai às semifinais da Libertadores

·2 minuto de leitura
O atacante Carlos Tevez (centro) do Boca Juniors e seu companheiro Frank Fabra comemoram com o técnico Miguel Angel Russo após vencer o Racing Club por 2 a 0 e se classificar às semifinais da Libertadores, em partida disputada no estádio La Bombonera, em Buenos Aires, em 23 de dezembro de 2020

O Boca Juniors se classificou para as semifinais da Copa Libertadores ao vencer o Racing Club por 2 a 0 na partida de volta das quartas de final disputada nesta quarta-feira no estádio La Bombonera, em Buenos Aires.

Eduardo Salvio (23) e o colombiano Sebastián Villa (61, de pênalti) marcaram os gols da vitória do Boca, que conquistou a vaga entre os quatro melhores da competição com um placar agregado de 2 a 1, já que o Racing havia vencido por 1 a 0 na ida em Avellaneda.

Nas semifinais, o Boca Juniors vai enfrentar o Santos, sendo que o primeiro jogo será disputado no dia 6 de janeiro, na Bombonera, e o de volta será no dia 13 do mesmo mês, na Vila Belmiro.

Palmeiras e River Plate fazem o outro duelo valendo vaga na grande final.

- Pressão desde o início -

Ao contrário do que aconteceu há uma semana, desta vez o Boca se dedicou a pressionar o Racing desde o início e fechou a 'Academia' em seu próprio campo não permitindo que o adversário saísse.

Apoiado por um jogo mais dinâmico e coletivo, com Soldano como pivô no ataque, 'Pulpo' Diego González assumindo o comando do meio de campo, além da velocidade de Villa na lateral-esquerda, o Boca dominou amplamente o primeiro tempo e venceu o duelo tático com grande intensidade.

O gol do Boca parecia questão de tempo e veio em um cruzamento da direita, Villa ajeitou de cabeça na esquerda e tocou para Salvio cabecear com força no canto, longe das mãos do goleiro Arias.

Abalado, o Racing tentou responder em sua única tentativa do primeiro tempo, em uma jogada individual de Fabricio Domínguez, que deixou Melgarejo sozinho, mas o paraguaio finalizou para fora.

O jogo iria mudar ligeiramente na segunda etapa, já que o Boca teve uma má notícia com a saída de 'Pulpo' devido a uma lesão.

O segundo gol do time local veio em um pênalti que 'Licha' López cometeu em Salvio, e que Sebastián Villa converteu com um bom chute no canto direito, para onde Arias pulou, mas não conseguiu alcançar.

Em um contra-ataque, aproveitando os espaços, o Boca poderia ter ampliado com uma bomba de Jara de longe e, em seguida, com um chute de Villa no canto, mas Arias evitou.

Com intensidade, bom jogo e determinação, mesmo quando faltou um pouco mais de contundência, o Boca conseguiu reverter a vantagem do Racing que após o jogo de ida, via de perto a classificação às semifinais, algo que não acontece há 23 anos.

Agora o sonho de conquistar seu sétimo título da Libertadores segue vivo para o Boca Juniors.

str/gfe/aam