Bobby Charlton, ídolo do Manchester United, sofre de demência

·1 minuto de leitura
O ex-jogador Bobby Charlton fez história no Manchester United e na seleção da Inglaterra
O ex-jogador Bobby Charlton fez história no Manchester United e na seleção da Inglaterra

O Manchester United expressou seu apoio ao ídolo do clube inglês e vencedor da Copa do Mundo de 1966, Bobby Charlton, após ser revelado que o ex-jogador de 83 anos sofre de demência. 

O jornal Telegraph informou que a esposa de Charlton, Norma, deu seu "consentimento" para ser divulgado neste domingo o estado de saúde do campeão mundial. 

Em julho, Jack, irmão de Charlton, também diagnosticado com demência, faleceu. 

O anúncio da doença de Charlton chega dois dias após a morte, aos 78 anos, de Nobby Stiles, ex-companheiro do United e da seleção inglesa. 

Bobby, Nobby e Jack integraram a seleção inglesa que conquistou a Copa do Mundo de 1966. 

"Todos no Manchester United estão tristes por esta doença terrível ter afetado Sir Bobby Charlton e continuamos a oferecer nosso amor e apoio a Sir Bobby e sua família", divulgou o United. 

Charlton é considerado um dos melhores meias da Inglaterra e um ícone em Old Trafford. Seu recorde de 49 gols com a seleção da Inglaterra durou quase 50 anos, até ser ultrapassado por Wayne Rooney. Rooney também superou o recorde de gols de Charlton no time da cidade de Manchester, quando fez 249 gols. 

Sobrevivente do "Desastre de Munique" em 1958, no qual vários jogadores do United morreram em um acidente de avião, Charlton ajudou a reerguer a equipe após a tragédia. 

Ele fez dois gols na vitória do Manchester United sobre o Benfica na conquista da primeira Copa da Europa do clube da Inglaterra em 1968. 

Charlton também venceu três campeonatos ingleses e uma Copa da Inglaterra com o United.

smg/lp/gh/mcd/lca