Bobadilla, Pablo Dyego, João Lopes... Confira os jogadores que não renovaram com o Fluminense

Bobadilla atuou pelo Fluminense na temporada passada (Foto: Mailson Santana/Fluminense FC)


No fim de 2021, o Fluminense reformulou seu elenco ao anunciar a chegada de quatro reforços. Em contrapartida, alguns jogadores que tinham vínculo com o clube até o dia 31 de dezembro não renovaram. Além de Egídio, que já foi anunciado pelo Coritiba, Bobadilla, João Lopes, Pablo Dyego e Rodolfo estão entre os nomes que não fazem mais parte dos planos do Tricolor.

BOBADILLA
​Emprestado pelo Guaraní por uma temporada, o centroavante disputou a posição com Fred, Abel Hernández e John Kennedy ao longo da temporada. Assim, com poucas oportunidades, marcou quatro gols e deu uma assistência em 30 jogos que participou. Porém, o clube optou por não renovar o vínculo e negocia com Germán Cano para que o argentino reforce a posição.

JOÃO LOPES
​O goleiro de 25 anos foi contratado em 2020 para o time sub-23. Embora tenha treinado e sido relacionado para jogos no profissional, o arqueiro não estreou na equipe principal. O Fluminense também não renovou o contrato do jovem, que encerrou na última sexta-feira.

PABLO DYEGO
​Cria de Xerém, Pablo Dyego compôs o elenco principal entre 2018 e 2019. Contudo, o atacante não se firmou na equipe e acabou sendo emprestado ao Atlético-GO e CRB nas últimas temporadas. Sem mais contrato com o Fluminense, o time alagoano tem o caminho livre para adquiri-lo em definitivo.

MASCARENHAS
​O lateral-esquerdo de 23 anos estreou no profissional do Flu em 2017, mas uma lesão atrapalhou a sequência do Moleque de Xerém, que foi afastado. Neste período, foi emprestado ao Botafogo-SP, Atlético-GO, Vitória-POR e ao Sampaio Corrêa, clube em que completou 11 jogos em 2021.

RODOLFO
​O goleiro chegou ao Fluminense em 2018 e vinha sendo titular, mas foi afastado após ser reprovado no antidoping. Ele testou positivo para cocaína e passou 1 ano, sete meses e 20 dias sem atuar. No início de 2021, teve sua pena reduzida pela Conmebol, e foi emprestado ao Oeste.

Hudson também seria um nome da barca tricolor, mas renovou para concluir a recuperação da lesão ligamentar, como prevê a legislação. Assim, o volante renovou por mais um mês e deve retornar ao São Paulo no fim do prazo. O zagueiro Geovani e o meia Diogo Santos, ambos emprestados ao Joinville, também encerraram o vínculo com o Fluminense, assim como o goleiro Paulo Filho, que estava no Ceará.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos