Boa fase e volta do público fazem o Palmeiras chegar a 40 mil Sócios Avanti

·2 min de leitura


Desde que garantiu a vaga na final da Libertadores, o Palmeiras viu seu programa de Sócio Avanti crescer e se recuperar da queda sofrida durante a pandemia. Antes da classificação diante do Atlético-MG, a contagem era de 33.012 membros e até o momento do fechamento desta publicação, o site oficial do clube registra 40.089 sócios-torcedores.

Por meio de um recado de Abel Ferreira, o perfil do Verdão no Twitter anunciou a marca batida.

– Olá, família Palmeiras, Chegamos aos 40 mil Sócios Avanti. Eu sou mais um e todos somos um. Avanti Palestra! – disse o treinador português.

Considerado um grande sucesso em anos anteriores, o programa de sócio-torcedor do Verdão registrou uma queda de mais de 50% da receita em 2020, por conta do impacto econômico da pandemia de Covid-19 e pelo fato dos jogos serem realizados sem a presença de público. De R$ 46 milhões arrecadados em 2019, apenas R$ 22,5 milhões entraram nos cofres no ano seguinte.

O crescimento de Sócios Avanti foi uma das principais medidas da gestão de Paulo Nobre, que assumiu a presidência do Palmeiras em 2013, com o clube na Série B. O programa viveu seu auge em 2015, quando o Palmeiras chegou a registar mais de 100 mil sócios-torcedores. A média daquela temporada ficou em 81,9 mil. Com leve queda nos anos seguintes, os números se mantinham em torno de 70 mil, mas o fraco desempenho esportivo em 2019 derrubou a quantidade para 63 mil. Em 2020, após a queda na pandemia, a média foi de 37,7 mil.

Confira a média anual de sócios adimplentes no Avanti:

2013: 21,3 mil;
2014: 35,6 mil;
2015: 81,9 mil;
2016: 76,3 mil;
2017: 73,6 mil;
2018: 71,8 mil;
2019: 63,9 mil;
2020: 37,7 mil.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos