Boa Esporte perde patrocinadora após contratação do goleiro Bruno

A empresa fornecedora de suplementos alimentares Nutrends rompeu seu patrocínio com o Boa Esporte, depois da contratação do goleiro Bruno pelo clube. Na última sexta-feira, o time mineiro anunciou o arqueiro como novo reforço e foi comunicado neste sábado do fim do contrato de uma de suas importantes patrocinadoras. Em nota oficial, a parceria afirmou que não é mais apoiadora da equipe.


“Em reunião extraordinária, a Diretoria da Nutrends Nutrition decidiu que, a partir de hoje, a empresa não é mais patrocinadora/apoiadora do Boa Esporte Clube”, disse em aviso oficial.

A empresa ainda respondeu aos comentários de internautas na publicação, em sua rede social, afirmando que não havia se desligado a partir do momento em que o clube negociou com o jogador porque a diretoria da companhia não estava reunida para decidir logo que a contratação foi anunciada. “Só para esclarecer, não nos pronunciamos antes porque recebemos a notícia no fim da tarde de sexta-feira. A direção não estava reunida e não tínhamos como publicar algo”, acrescentou.

Bruno foi anunciado pelo Boa Esporte no fim da tarde de sexta-feira, como reforço pelas próximas duas temporadas. Sua apresentação está marcada para acontecer nesta terça e a expectativa do clube é de que o atleta volte a atuar em dois meses.

O goleiro deixou a prisão no dia 24 de fevereiro deste ano, por conta de um habeas corpus deferido pelo STF, podendo recorrer em liberdade do processo que o condenou, em 2013, a 22 anos e três meses, sendo 17 anos e seis meses em regime fechado. Bruno foi sentenciado por homicídio triplamente qualificado, ocultação de cadáver de sua ex-amante, e mão de seu filho, Eliza Samudio, e cárcere privado. Ele estava preso desde 2010.