Blatter sobre a Copa: “A escolha do Catar foi um erro”

Joseph Blatter mostrou arrependimento na escolha do Catar como sede da Copa do Mundo de 2022. Foto: Aaron Chown/PA Images via Getty Images
Joseph Blatter mostrou arrependimento na escolha do Catar como sede da Copa do Mundo de 2022. Foto: Aaron Chown/PA Images via Getty Images

O antigo presidente da FIFA, Joseph Blatter, afirmou que a escolha do Catar como sede da Copa do Mundo de 2022 “foi um erro”.

“O futebol e o Mundial são grandes demais para isso”, disse o antigo cartola, presidente da FIFA na ocasião da votação para a atribuição do Mundial deste ano, em entrevista ao grupo de mídia suíço Tamedia, na segunda-feira (7).

Leia também:

“Foi uma escolha errada e eu era responsável por isso, como presidente da FIFA, na altura”, disse ainda Blatter, de 86 anos, que explicou agora que o plano de origem era atribuir o Mundial 2018 à Rússia, como aconteceu quatro anos atrás, e, em 2022, mandar as melhores seleções de futebol do mundo para os Estados Unidos.

“Teria sido um gesto de paz se esses dois adversários políticos tivessem organizado o Mundial um depois do outro”, declarou.

Blatter tinha defendido, ainda antes da decisão, que estava na hora de uma Copa do Mundo ser disputada em um país árabe. Depois da atribuição do Mundial 2018 à Rússia, ao fim de duas votações, com 13 dos 22 votos possíveis, a votação para a organização da edição que começa este mês no Catar teve quatro rodadas de votação e acabou por ditar a eleição daquele país, com 14 votos, à frente dos Estados Unidos, com oito.

Na mesma entrevista dada aos meios suíços, Blatter, que foi presidente da FIFA até final de 2015, falou do francês Michel Platini (presidente da UEFA de 2007 a 2015), com quem trabalhou de perto e que também acabou visado pela justiça. Blatter e Platini foram absolvidos em julho, por não ter sido dado como provado o pagamento de 1,8 milhões de euros do antigo presidente da FIFA ao da UEFA.

O Mundial 2022, no Catar, arranca no próximo dia 20 de novembro e termina a 18 de dezembro.