Bispo mexicano diz que usar máscaras contra o coronavírus "é não confiar em Deus"

Colaboradores Yahoo Notícias
·2 minuto de leitura
Antonio González Sánchez, bispo de Ciudad Victoria (MEX)

O bispo mexicano Antonio González Sánchez, durante missa transmitida pela internet, afirmou que usar máscaras de proteção contra o novo coronavírus “é não confiar em Deus”. O país ultrapassou nesta semana a marca de 2 milhões de casos de Covid-19 e é o terceiro no mundo com mais mortes (178 mil), atrás de Brasil e Estados Unidos.

“Desejo muito em breve poder ver vocês sem aquela coisa no rosto, desejo muito. Eu sei que isso é necessário, eu sei, mas me perdoe o que vou dizer. Como diz o ditado, ‘ajuda a ti mesmo e eu te ajudarei’, e é muito claro para mim, mas pessoalmente para mim a famosa máscara é não confiar em Deus”, disse o bispo em missa na Catedral do Sagrado Coração de Jesus, em Ciudad Victoria, no estado de Tamaulipas.

Leia também

O bispo afirmou que não usa máscaras porque confia em Deus e reconhece que pode ficar doente por causa da Covid-19.

“Não é presunção, é a graça de Deus. Ando assim porque confio muito em Deus”, declarou, apontando com o dedo indicador para o céu. O bispo ponderou que, mesmo sendo contrário às máscaras, não pedirá à população que retire o item de proteção contra o coronavírus.

Durante a missa, o bispo também opinou que faltou fé para pedir a Deus o fim da pandemia.

“Não apenas na missa, também na oração pessoal, na oração familiar você tem que pedir a Deus. Há uma parte do Evangelho em que Jesus diz: ‘Peçam e será dado a vocês’. Talvez, meus irmãos e irmãs, precisamos pedir com fé. Eu lhes pergunto, estamos pedindo a Deus com fé para que esta pandemia acabe? Já nos ajoelhamos? Não na cama, nem sentados no sofá, não, ajoelhados em casa e, assim que puder, aqui”, disse.