Bill Gates nega na TV querer ‘vacina com microchip’

Yahoo Finanças
Bill Gates, cofundador da Microsoft. (Foto: Getty Images/Getty Images for All In WA)
Bill Gates, cofundador da Microsoft. (Foto: Getty Images/Getty Images for All In WA)

O empresário bilionário, cofundador da Microsoft, Bill Gates, falou na TV americana sobre uma teoria da conspiração que o acusa de querer criar uma vacina contra a COVID-19 que tenha, secretamente, algum tipo de “microchip” para rastrear os cidadãos. A história é falsa, sem qualquer base factual, mas ainda assim, se espalha em grupos de redes sociais que distribuem informação mentirosa com objetivos políticos maliciosos. 

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Siga o Yahoo Finanças no Google News

A jornalista e apresentadora Norah O’Donnell, do canal americano CBS, entrevistava Gates quando afirmou que ele era atualmente "objeto de uma campanha de desinformação", e que gostaria de falar com ele sobre algumas das teorias espalhadas na internet.

Leia também

O’Donnell, então, pergunta para Gates: “você quer a vacina [da COVID-19] para implantar microchips nas pessoas?” Gates responde que não: “Não há conexão entre vacinas e objetos de rastreamento, não sei se onde tiraram isso.”

A apresentadora continua, falando sobre uma pesquisa recente, que revelou que 44% das pessoas nos Estados Unidos, entre Republicanos, e 19%, entre democratas, acreditam que Gates queira usar a campanha de vacinação da COVID-19 para implantar chips nas pessoas. 

A jornalista questiona o cofundador, sobre como ele acha que esse tipo de rumor começa. Gates responde: “Eu não sei. Eu sou um dos mais mencionados [quando o assunto é COVID-19, devido ao trabalho da fundação Gates no combate a doenças infecciosas]. É irônico. Nossa fundação trabalha para reduzir a mortalidade e trazer igualdade para a saúde. A ideia de que somos acusados de criar chips, ou o vírus… Acho que temos que espalhar a verdade, falar quais são nossos valores, e por que estamos investindo bilhões nisso. Espero que isso acabe na medida em que as pessoas fiquem sabendo dos fatos.”

Questionado ainda pela apresentadora se o Facebook poderia fazer mais para conter o espalhamento de informações falsas, o cofundador da Microsoft diz acreditar que a empresa de Mark Zuckerberg tem trabalhado no sentido de solucionar o problema. 

Assista:

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no InstagramFacebookTwitter e YouTube

Leia também