Biel descarta pressão por ser contratação mais cara da história do Bahia

Biel apresentado no Esquadrão (Felipe Oliveira/EC Bahia)


Apresentado como reforço do Bahia em entrevista coletiva, o atacante Biel assegurou que não tem qualquer tipo de pressão adicional pelo fato de ser a contratação mais cara da história do Esquadrão.

Para tirar o avante de 21 anos de idade do Fluminense, o Tricolor pagou dois milhões de dólares, quantia equivalente a mais de R$ 10 milhões na atual cotação, contando com o importante suporte financeiro recente em função da compra da SAF por parte do Grupo City.

>Títulos, gols, cinema, música e mais: a vida e a obra de Pelé, o Rei do Futebol

- Pressão, para mim, não tem. Venho trabalhando bastante para chegar a esse ponto. Fico feliz por ter sido a maior contratação. E a torcida do Bahia pode esperar de mim que vou me empenhar, trabalhar ao máximo para estar sempre à disposição - indicou Biel.

Com passado ligado ao Bahia por ter passagem ainda quando criança no Esquadrão, o atacante falou rapidamente sobre o período e entende que, mais maduro, reúne perfeitas condições de construir história de sucesso em novo momento no Bahia:

- Antigamente não tinha tanto a rede social. Saí muito novo, joguei dois anos aqui só. O que me causou a saída na base foram motivos pessoais. Meu pai trabalhou no Bahia, era motorista. E agora espero estar à disposição. Fico feliz em voltar, é gratificante. Volto mais maduro. Claro que vou aprender mais. Fico muito feliz em ver o Fazendão. Feliz em fazer parte desse momento novo.