Bicampeão, Cuevas bate Carreno Busta e vai à final em São Paulo

Atual bicampeão do Aberto do Brasil, ATP 250 realizado no Esporte Clube Pinheiros, em São Paulo, Pablo Cuevas (33º do ranking mundial) deu mais um passo em direção ao terceiro título. Neste sábado, em reedição da final de 2016, o uruguaio superou o espanhol Pablo Carreno Busta (23º) por 6/3 e 7/6 (7-2) e se classificou à decisão.

Cuevas começou ligado na partida e, no primeiro game de jogo, já quebrou o serviço do espanhol. O uruguaio ainda conseguiu outro break e abriu 4 a 1, ficando em situação confortável na partida. Carreno Busta tentou reagir, devolvendo uma das quebras, mas o bicampeão tratou de novamente vencer o serviço do rival e abriu 1 a 0.

No segundo set foi a vez de Carreno Busta sair aplicando o break e fazer 4 a 2. Porém, no oitavo game, o uruguaio devolveu o break e igualou a parcial, que foi ao tie-break. No desempate, Cuevas foi soberano e liquidou a partida no segundo match point.

Na luta pelo título, o bicampeão enfrentará o espanhol Albert Ramos-Vinolas (24º), que se garantiu na decisão após superar o português João Sousa (37º) de virada, com parciais de 6/7 (7-5), 7/5 e 6/2, após três horas de jogo.

O primeiro set foi muito disputado. Apesar de uma quebra para cada lado, os games foram longos e intensos, com os dois tenistas mostrando que fariam tudo por uma vaga na final. No tie-break, João Sousa conseguiu o mini break no momento decisivo e sacou para vencer o set na sequência.

Na segunda parcial, o português conseguiu duas quebras de serviço, apesar de sofrer uma, e abriu 5 a 4, tendo a chance de sacar para a partida. Porém, Ramos-Vinolas salvou um match point, aplicou dois breaks e venceu a parcial, mostrando que estava vivo na partida.

O bom momento do espanhol foi sentido por Sousa, que não conseguiu segurar o ímpeto de Albert. O número 24 do mundo conseguiu quebrar o saque do rival em duas oportunidades e garantiu a vitória de virada.