Bethe critica Amanda Nunes e duvida de retorno de Ronda Rousey ao UFC

Luis Fernando Coutinho

Escalada para enfrentar Marion Reneau no card principal do UFC Fight Night, que acontece neste sábado, em Fortaleza, Bethe Correia quer emplacar a segunda vitória consecutiva para subir nos rankings. Apesar de ser a número nove da lista atualmente, ela mostra estar de olho na campeã Amanda Nunes e avalia as últimas ações da dona do cinturão, que falou sobre fazer superlutas em entrevistas recentes.

- Cada um procura o que quer. Acho que a Amanda está perdendo o foco, está atrás de superlutas, mídia, dinheiro e não está em busca de focar em defender o seu cinturão. Ela faz a carreira dela, e eu faço a minha. O meu foco é diferente, quero ser campeã mundial - declarou, em conversa com o LANCE! durante encontro com a imprensa antes do evento.

Se por um lado Bethe olha para frente, por outro ela recorda o passado e comenta o futuro de Ronda Rousey, com quem protagonizou rivalidade em 2015, quando disputou o cinturão peso-galo feminino do UFC.

- Acabaram com a Ronda, fizeram ela acreditar que era invencível, o foco nela fez ela ficar muito frágil emocionalmente. Se tivesse alguém mais realista para acordá-la... Ela realmente achava que nunca ia perder e que era uma heroína. E isso a abalou. É difícil, as pessoas não sabem o que é o UFC, ela tem um nome forte, então é tudo três vezes pior. Tenho vontade de enfrentá-la de novo. Toda derrota é ruim, quando se é competidor, não se gosta de perder. Mas não acredito que ela volte a lutar, acho que ela vai seguir outro caminho que não o esporte. Se ela decidir voltar, nossa... Ela seria a primeira da minha lista - explicou a brasileira.






E MAIS: