Bernardo Silva nega problemas em Portugal após entrevista de Cristiano Ronaldo e diz: 'Viemos para ganhar'

Bernardo durante coletiva de imprensa (Foto: PATRICIA DE MELO MOREIRA / AFP)


Cristiano Ronaldo segue sendo o principal assunto na preparação de Portugal para a Copa do Mundo. No primeiro dia no Qatar, Bernardo SIlva foi questionado diversas vezes sobre as polêmicas envolvendo CR7, e o meia do City disse que é um assunto particular do atacante, reiterando que o ambiente na seleção não está estranho após a entrevista de Cristiano ao jornalista britânico Piers Morgan.

+ Veja comparações de figurinhas de jogadores veteranos da Copa do Mundo

- É uma questão do Cristiano, não sou jogador do United. Mesmo que fosse, não responderia, é um clube rival, não tenho nada a ver com isso e estamos na seleção, focados em nossos jogos, e não na situação dele. Não vejo ambiente estranho na seleção entre o Cristiano e o Bruno. Vejo ele motivado, focado na seleção como o resto - comentou em entrevista coletiva.

Com jogadores talentosos em praticamente todas as posições, Bernardo reconheceu o peso que essa geração carrega, e afirmou que a seleção está no Qatar para levantar a taça.

- Carregamos um peso porque é uma geração boa, e sabemos que os portugueses esperam muito de nós. Estamos prontos e vamos fazer o possível para representar o país da melhor forma. Viemos para ganhar, é difícil, mas temos essa ambição - afirmou.

+ Veja tabela e simule a fase de grupos da Copa do Mundo no Qatar

O atleta do Manchester City abriu o jogo e disse qual sua posição preferida, mas ressaltou que atua aonde for necessário.

- Venho jogando em várias posições nos últimos tempos. Me sinto melhor jogando no meio, as pessoas sabem, mas estou disponível para jogar aonde o treinador achar melhor. Fiz minha carreira como meia, então é normal que seja mais natural para mim - admitiu.

Como a competição será disputada no Qatar, as datas mudaram de junho/julho para novembro/dezembro pelas altas temperaturas no país, e Bernardo Silva acredita que a mudança o beneficie fisicamente.

- Eu me sinto melhor fisicamente do que no final de uma temporada. Me sinto bem fisicamente e pronto para ajudar a seleção. A maioria sente o mesmo, porque é diferente jogar uma competição importante em novembro do que em julho vindo de uma temporada de 60 jogos - concluiu.

Portugal estreia no Mundial contra Gana, na próxima quinta-feira (24), às 13h. A seleção de Fernando Santos também enfrentará Uruguai e Coréia do Sul.