Benfica terá prejuízo com Estádio da Luz de portões fechados para torcida


A crise financeira provocada pelo coronavírus irá impactar os cofres dos clubes quando eles retornarem os jogos. Este é o caso do Benfica, que pode perder até 5 milhões de euros (R$ 30 milhões) em bilheterias, pois ainda tinha cinco jogos por fazer em casa. Domingos Soares de Oliveira, CEO do clube português, esclareceu a questão em entrevista para a “BTV”.

- Se eu quiser somar todas as receitas do ponto de vista do red pass (espécie de sócio-torcedor), camarotes, executive seats, normalmente a nossa receita é, e vou apontar um n´mero gordo que pode ter variações de dez por cento, de 25 milhões de euros (R$ 152 milhões). Portanto, temos aqui uma referência de que se fizermos 25 jogos por ano, cada jogo a portas fechadas tem um custo de um milhão de euros (R$ 6 milhões).

Os valores em relação às receitas de bilheteria apresentados em relação a última temporada foi de cerca de 27 milhões de euros (R$ 164 milhões), valor que nesta época poderia ser ainda maior, uma vez que as contas do primeiro semestre fecharam em um ganho de mais de 14 milhões de euros (R$ 85 milhões) e o valor poderia se replicar na segunda parte do ano.

A Liga que organiza o Campeonato Português ainda não definiu como será o retorno, mas a probabilidade é de que se jogue com portões fechados, o que causa prejuízo no âmbito esportivo, visto que a média de público no Estádio da Luz era de 50 mil torcedores por jogo.







Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também