Benfica rescinde com técnico Jorge Jesus

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
(arquivo) O técnico português Jorge Jesus durante um treino do Benfica em Lisboa no dia 1º de novembro de 2021 (AFP/PATRICIA DE MELO MOREIRA) (PATRICIA DE MELO MOREIRA)
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Jorge Jesus
    Treinador e ex-futebolista português

O Benfica rescindiu o contrato do técnico Jorge Jesus, anunciou nesta terça-feira o clube, que vem de uma série de maus resultados, somada a uma suposta má relação entre o treinador de 67 anos e alguns dos seus jogadores.

O Benfica e Jorge Jesus chegaram a um acordo "para rescindir o seu contrato de trabalho com efeito imediato", afirmou o clube em um comunicado, especificando que o treinador da equipe reserva, Nélson Veríssimo, irá substituí-lo "até ao final da temporada".

Embora o Benfica tenha conseguido se classificar para as oitavas de final da Liga dos Campeões, juntamente com o Bayern de Munique, deixando o Barcelona de fora, este mês de dezembro foi marcado por maus resultados no nível nacional.

A derrota em casa para o Sporting (3-1), rival de Lisboa e atual campeão nacional, foi um duro golpe para a equipe de Jorge Jesus, que viu a desvantagem em relação aos co-líderes Sporting e Porto aumentar para quatro pontos.

A eliminação nas oitavas de final da Taça de Portugal, com mais um resultado humilhante na passada semana em casa diante do Porto (3-0), desestabilizou o Benfica, que na véspera teve de refutar os rumores de um acordo entre Jesus e o Flamengo para o seu regresso ao Rio de Janeiro.

E no momento em que o Benfica se prepara para enfrentar mais uma vez o Porto no Estádio do Dragão, na quinta-feira, desta vez pela 16ª rodada do campeonato português, Jesus teria entrado em conflito com um peso-pesado no vestiário, o jogador da seleção portuguesa Pizzi, noticiou a imprensa local.

Depois de uma primeira passagem pelo Benfica entre 2009 e 2015, o treinador já tinha deixado o clube em uma situação não muito amigável para trabalhar no Sporting, seu clube do coração, mas um grande rival das "Águias".

Jesus então teve grande sucesso à frente do Flamengo, com quem conquistou cinco títulos em um ano: a Copa Libertadores, o campeonato brasileiro e a Supercopa do Brasil, a Supercopa Sul-Americana e o campeonato estadual do Rio de Janeiro.

O treinador deixou o Flamengo para voltar ao Benfica em julho de 2020, explicando que pretendia regressar a Portugal no momento em que o Brasil era gravemente afetado pela pandemia de covid-19.

tsc/psr/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos