Benfica posta nota e condena atos de vandalismo de grupo de torcedores


Bruno Lage, Pizzi e Rafa vão apresentar queixa às autoridades por conta dos vandalismos praticados em suas residências com pichações por parte de um grupo da maior torcida organizada do Benfica, de acordo com o jornal “A Bola”. Insultos e ameaças contra o treinador e os jogadores foram vistos após o empate das Águias contra o Tondela.

O presidente Luís Filipe Vieira também reagiu aos atos e foi responsável por escrever um comunicado em que “reitera o seu profundo repúdio e condenação por estes comportamentos inaceitáveis e inqualificáveis”. O mandatário também se solidarizou com Zivkovic e Weigl, atingidos durante o apedrejamento do ônibus do clube.

Confira a nota na íntegra:

O Sport Lisboa e Benfica manifesta o seu total apoio e solidariedade para com o nosso treinador Bruno Lage e os nossos jogadores Rafa, Pizzi e Grimaldo, vítimas, esta madrugada, da vandalização das suas residências privadas com diversas inscrições intimidatórias e ameaçadoras.

Do ocorrido, foi de imediato dado conhecimento às autoridades, a quem apelamos o máximo de rigor e exigência na identificação e punição exemplar dos responsáveis por estes atos delinquentes, conforme queixas já apresentadas.

O Sport Lisboa e Benfica reitera o seu profundo repúdio e condenação por estes comportamentos inaceitáveis e inqualificáveis, a que recorrentemente temos assistido no futebol português, e que deverão ser tratados com total intransigência por parte das entidades competentes.

Aproveitamos também para reforçar e manifestar igual apoio e solidariedade para com os jogadores Julian Weigl e Zivkovic, ontem atingidos pelos estilhaços dos vidros partidos ao autocarro dos jogadores e que felizmente se encontram a recuperar bem.













Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também