Benfica perde para o Marítimo e técnico se demite

AFP
O técnico Bruno Lage, durante a derrota do Benfica para o Marítimo Funchal na Madeira, no dia 29 de junho de 2020
O técnico Bruno Lage, durante a derrota do Benfica para o Marítimo Funchal na Madeira, no dia 29 de junho de 2020

O Benfica quase se despediu do título ao perder em sua visita ao Marítimo (2-0) e ficou seis pontos atrás do Porto, que venceu o Paços de Ferreira por 1 a 0, situação que levou à demissão do técnico do clube de Lisboa.

Após esta derrota do Benfica, pela 29ª rodada do campeonato português, o treinador da equipe lisboeta apresentou a sua demissão ao presidente do clube.

"O nosso treinador Bruno Lage falou comigo no final do jogo e disse com grande dignidade: 'Presidente, apresento minha demissão porque considero que as coisas não estão indo bem para o Benfica. Se você aceitar, amanhã não serei o treinador do Benfica'", explicou o presidente da entidade, Luis Filipe Vieira, na sala de imprensa do estádio do Marítimo.

Segundo vários meios de comunicação locais, Vieira teria aceitado a renúncia do técnico de 44 anos, no cargo desde janeiro de 2019.

Desde a retomada do campeonato português no início de junho, após a paralisação causada pelo coronavírus, a equipe da capital tem apenas uma vitória, dois empates e duas derrotas, e suas chances de conquistar o título diminuíram. O Porto, que venceu o Paços de Ferreira, aumentou a diferença de pontos para seis em relação ao seu rival faltando cinco rodadas para o fim.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também