Benemérito do Botafogo vai contra interesses do clube em arbitral

Sergio Santana
LANCE!


Os arbitrais realizados pela Ferj trouxeram rostos familiares para os dirigentes do Botafogo. Com exceção de Rodolfo Landim, Alexandre Campello e Mário Bittencourt, presidente dos outros três grandes clubes do estado, as reuniões pelo retorno do Campeonato Carioca tiveram um encontro com Alberto Macedo, Benemérito do Alvinegro, mas que estava representando o Resende.

Ao mesmo tempo que está na lista mais privilegiada de sócios do Botafogo, Alberto é dirigente da equipe do interior. Como o Resende foi uma das 14 equipes que defendeu o retorno imediato do Campeonato Carioca, o advogado foi contra os interesses do clube de General Severiano, que desejava partidas do Estadual apenas em julho.

Alberto Macedo esteve em, pelo menos, duas reuniões online organizadas pela Ferj. O advogado é uma das pessoas que lideram a empresa gestora do Resende, o que explica sua influência no clube. Ele, contudo, tem ligações com o Botafogo no passado.



Em 1999, Alberto Macedo foi um dos advogados que defendeu o Botafogo no caso Sandro Hiroshi contra o São Paulo, no Campeonato Brasileiro daquele ano - o Alvinegro venceu a causa, na ocasião. Em 2014, durante a gestão Maurício Assumpção, o advogado ocupou a função de vice-presidente do departamento jurídico do clube.

Há seis anos, inclusive, Alberto Macedo, ainda na posição de dirigente, estudou se candidatar à presidência do Botafogo - posteriormente vencida por Carlos Eduardo Pereira, do "Mais Botafogo" - tendo Durcésio Mello, candidato para as eleições deste ano, como vice-presidente. O advogado, vale ressaltar, não possui nenhuma relação oficial com nenhum candidato das próximas eleições do Glorioso, marcadas para novembro.

Alberto também possui relação com a família Montenegro. Em 2018, o Resende formalizou uma parceria com a Pelé Academia, centro de treinamentos do ex-camisa da Seleção Brasileira. Na época, o acordo foi formalizado com Marcelo Montenegro, filho de Carlos Augusto, ex-presidente e atual membro do Conselho Gestor do Alvinegro. Desde então, as empresas se tornaram sócias.

Alberto Macedo representou o Resende na função de gestor durante os Arbitrais da Ferj. Defendeu, é claro, a posição do clube do interior, que era a do retorno imediato das competições. Ao mesmo tempo, foi contra os interesses do Botafogo, clube que consta na cadeira de Sócio Benemérito até hoje - como pode ser visto, inclusive, no portal de transparência do Alvinegro.







Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também