Conheça os benefícios dos chás para saúde

Yahoo Vida e Estilo
Saiba quais são os principais benefícios dos chás para nossa saúde (Getty Images)
Saiba quais são os principais benefícios dos chás para nossa saúde (Getty Images)

Quentes ou gelados, de folhas, ervas, especiarias ou frutas... As opções de chás no mercado são as mais diversas, com algumas combinações criativas e até inusitadas. Mas, além de saborosos, alguns chás clássicos possuem inúmeros benefícios à saúde. Afinal, todos os chás têm polifenóis, substâncias que melhoram os níveis de concentração e energia, além de prevenir e tratar a aterosclerose, o diabetes e diminuir  o risco de doenças cardiovasculares. 

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Siga a gente!

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Segundo a nutricionista Nairana Borim do Centro de Nutrição do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, em entrevista no site da instituição, os chás também contribuem para a diminuição dos níveis do colesterol ruim, o LDL (lipoproteína de baixa densidade), porque melhoram o metabolismo lipídico e têm efeito antibacteriano, purificando o organismo, eliminando toxinas e combatendo a retenção de líquidos.

Leia também

Contudo, entre os vários tipos, versões sabores e combinações, quais são os chás básicos que contribuem para saúde e quais são seus principais benefícios para o bom funcionamento do nosso corpo? Confira nossa seleção de chás clássicos bem conhecidos da nossa rotina que fazem bem à saúde e quais suas qualidades e benefícios.

Chá Matte

O tradicional e bem comum chá matte é um dos mais ricos em componentes com benefícios à saúde. Ele contém alcaloides (como cafeína), taninos (como ácido fólico), vitaminas A, B1, B2, C e E, sais minerais (como alumínio, cálcio, fósforo, ferro, magnésio, manganês e potássio), proteínas, glicídios e lipídios. O chá preto estimula a atividade mental e física, atuando sobre o sistema nervoso e muscular, eliminando a fadiga. Mas, diferentemente do café, o matte possui um efeito mais prolongado que ao mesmo tempo não deixa efeitos colaterais, como insônia e irritabilidade. Além disso, o chá preto na circulação sanguínea e no sistema digestivo. O ideal é não tomar mais de 2 xícaras por dia – sem adoçar, claro.

Chá Verde

O chá verde é bem popular para ser bebido quente ou frio. Ele tem sais minerais benéficos como manganês e potássio, além de possuir ácido fólico, flavonoides e vitaminas C, K, B1 e B2. O chá verde tem qualidades antioxidantes, combatendo o envelhecimento precoce das células e ainda acelera o metabolismo. Além disso, previne doenças cardiovasculares, inflamações e gripes, ativando o sistema imunológico graças suas vitaminas e sais minerais. Pode ser bebido em até 5 xícaras por dia, sem adoçar.

Chá Branco

É o chá que apresenta a maior concentração de polifenóis, ou seja, é bem rico nos ativos que neutralizam os radicais livres (responsáveis pelo envelhecimento celular). Ele também acelera o metabolismo e ajuda a prevenir algumas inflamações, como o chá verde. De 2 a 3 xícaras por dia, sem adoçar.

Chá Preto

Com sabor forte e encorpado, ele é rico em betacaroteno, ácido fólico, magnésio, potássio e vitaminas B1, B2, B6 e C. Auxilia no sistema respiratório, no metabolismo de proteínas, além de contribuir com o sistema musculoesquelético. De 2 a 3 xícaras por dia, sem adoçar.

Camomila

Um chá de sabor suave, até meio sem graça, mas cheio de componentes bons para saúde. Tem uma ação que acalma, imunoestimulante, além de ter também um efeito antiespasmódico (ideal para cólicas menstruais), anti-inflamatório e digestivo. Até 2 xícaras por dia, sem adoçar.

Hortelã/Menta

Um chá saboroso que possui vários benefícios graças às suas vitaminas (A, B e C) e minerais (cálcio, fósforo e potássio). O chá de hortelã é bem aconselhável para ser tomado após as refeições, pois tem qualidades digestivas, auxiliando no aumento dos sucos gástricos digestivos e nas contrações musculares do estômago, além de aliviar os gases intestinais. Ele ainda ajuda no combate ao inchaço abdominal e alivia náuseas e enjoos. O indicado é tomar no máximo 2 xícaras ao dia, sem adoçar. 

O chá de hortelã possui vitaminas e minerais (Getty Images)
O chá de hortelã possui vitaminas e minerais (Getty Images)

Erva Doce

Um chá de sabor leve, que muitas pessoas não dão bola, mas que possui muitos componentes benéficos, como cálcio, fósforo e vitaminas do complexo B, principalmente a niacina. Além de ajudar no funcionamento intestinal, o chá de erva doce é expectorante, diurético, favorece a coagulação sanguínea e ainda, contribui com o sistema musculoesquelético. Até 2 xícaras ao dia, sem adoçar.

Erva Cidreira

O chá de erva cidreira é um dos mais potentes para relaxar a mente e o corpo, tanto que é considerado um fitoterápico e é aprovado pela Anvisa, ou seja, funciona como um autêntico remédio para combater o estresse. Ele é calmante, auxiliando no combate à insônia. Além disso, ainda auxilia na eliminação de gases intestinais e relaxa o abdômen em casos de cólicas menstruais. Até 2 xícaras por dia, sem adoçar.

Boldo

O chá de boldo do Chile é famoso por seu “poder” digestivo, sendo muito indicado para mal estar estomacal. Rico em alcalóides, taninos, flavonóides e glicolipídios, sua ingestão facilita o trabalho da vesícula biliar, estimulando a secreção da bílis, favorecendo assim a digestão de gorduras. Além disso, o boldo combate as dores estomacais, desconforto no fígado, diarreia e ajuda a eliminar gases intestinais. É indicado tomar até no máximo 2 xícaras por dia, sem adoçar.

Hibisco

Um chá que passou a se tornar mais comum e conhecido das pessoas em geral, é o chá de hibisco. Isso porque ele tem vários componentes antioxidantes e anti-inflamatórios, além de ter alto poder diurético, ajudando a eliminar a retenção de líquidos desnecessários no organismo.

Leia também