Ben Chilwell, lesionado, anuncia que vai desfalcar a Inglaterra na Copa do Mundo do Catar

Com uma lesão na coxa durante a partida de quarta-feira pela Liga dos Campeões contra o Dínamo Zagreb, o lateral do Chelsea Ben Chilwell anunciou no sábado que "não seria possível" voltar para disputar a Copa do Mundo no Catar em duas semanas.

"Depois da minha lesão no ligamento cruzado (em novembro de 2021) lutei muito para garantir que voltaria para o Mundial. Esse sempre foi um dos meus sonhos. Infelizmente, não será possível após os resultados do meu exame", escreveu o jovem jogador em sua conta no Twitter.

"Farei tudo o que puder para voltar a jogar pelo Chelsea o mais rápido possível", acrescentou.

Poucos minutos antes, o clube londrino havia se mostrado muito pessimista, mas não categórico, indicando que "o zagueiro infelizmente deve perder a Copa do Mundo", em comunicado.

Chilwell ficou de fora de grande parte da temporada passada com uma lesão no ligamento cruzado anterior, voltando a jogar um minuto no último jogo do campeonato.

Apesar disso, ele ainda era um dos jogadores com uma vaga praticamente garantida no Catar, em uma defesa da Inglaterra que provavelmente tampouco poderá contar com seu companheiro de equipe Reece James.

O versátil ala do Manchester City, Kyle Walker, e seu companheiro de equipe Kalvin Philipps também correm o risco de perder a Copa do Mundo.

A Inglaterra está no Grupo B do Mundial do Catar, junto com Estados Unidos, Irã e País de Gales.

hap/gk/dam/aam