Ben Askren elege Masvidal como o lutador de 2019: “Infelizmente ele merece”

Jorge Masvidal parece mesmo ter sido uma unanimidade na última temporada. O sucesso do americano foi tamanho que fez com que um de seus algozes no ano desse o braço a torcer e o reconhecesse como melhor lutador de 2019. Nocauteado por ‘Gamebred’ em apenas cinco segundos – um recorde do Ultimate -, Ben Askren elegeu o carrasco como o principal artista marcial deste período.

O triunfo de Jorge sobre Askren foi o segundo dos três que conquistou em 2019 – e possivelmente o mais brutal deles. Com uma joelhada voadora precisa logo no início do combate, Masvidal ‘apagou’ o wrestler americano, que precisou de suporte médico para deixar a arena em Las Vegas (EUA) no UFC 239, em julho passado.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

“Gostaria de escolher o Israel Adesanya, mas acho que – sinto que isso seria meio falso da minha parte. Se eu tenho que olhar isso de um ponto de vista não tendencioso, tenho que ficar com o Jorge. E se você dissesse que isso aconteceria um ano atrás, todos diriam que você está drogado ou tem algum tipo de problema. Mas infelizmente, sinto que ele merece”, admitiu Askren, antes de falar sobre como se sente.

“Não me machuca (ter que admitir isso). As coisas são como são, essa é a verdade. É a realidade da situação. Agora, me sinto bem? (falando isso). Também não. Mas foi o que aconteceu”, completou o americano, em participação no programa ‘The Ariel Helwani’s MMA Show’.

Aos 35 anos, Askren anunciou sua aposentadoria justamente nesta temporada. Após o revés para Masvidal, o falastrão foi finalizado pelo brasileiro Demian Maia. E após o confronto, em outubro de 2019, ‘Funky’, como é conhecido, pendurou as luvas. Masvidal, por sua vez, chega em 2020 cotado como um dos principais postulantes ao título dos meio-médios (77 kg) do Ultimate.

 

Leia também