Gracyanne Barbosa pratica pole dance após soltura de Belo: "Resiliência"

Amanda Caroline
·2 minuto de leitura
A musa fitness falou sobre força de vontade e garantiu que
A musa fitness falou sobre força de vontade e garantiu que "está tudo bem" com o marido (Foto: Reprodução/Instagram @graoficial)

Gracyanne Barbosa usou as redes sociais para falar sobre o retorno de Belo para casa após prisão. O cantor Marcelo Pires Vieira, de 46 anos, foi detido no dia 17 de fevereiro pela Delegacia de Combate às Drogas (DCOD), da Polícia Civil do Rio de Janeiro, em investigação pela realização de um show no Complexo da Maré, na zona norte da cidade, e solto na tarde da última quinta-feira (18).

A musa fitness gravou vídeo junto com o marido e agradeceu o apoio dos fãs. "Obrigada por toda a força, por todas as palavras. Vocês são a nossa fortaleza também", declara a modelo.

Leia também

Em seguida, ela refletiu sobre a situação e anunciou que seguiria com a rotina de exercícios físicos. "A gente pode cair, pode ficar triste, mas não pode desistir nunca. A gente não pode dar mole e tem que ter a mente forte para seguir em frente por mais difícil que seja a situação. E de todos os problemas que a gente passa, a gente tem que tirar um aprendizado para crescer na vida, vencer e ter resiliência", afirma.

"Por isso que eu vou treinar. Mesmo f*dida, cansada, com sono, já está tudo bem e a gente segue em frente. E não é só com o treino, é com tudo", completa.

Gracyanne praticou pole dance e fez aula de alongamento com acompanhamento online de sua professora de dança. Confira:

Musa fitness faz aula de pole dance (Foto: Reprodução/Instagram @graoficial)
Musa fitness faz aula de pole dance (Foto: Reprodução/Instagram @graoficial)

Entenda o caso

O cantor Marcelo Pires Vieira, de 46 anos, foi detido no dia 17 de fevereiro pela Delegacia de Combate às Drogas (DCOD), da Polícia Civil do Rio de Janeiro, em investigação pela realização de um show no Complexo da Maré, na zona norte da cidade, no dia 13 de fevereiro. Segundo a polícia, o artista, dois produtores e um traficante são investigados pela violação de um decreto municipal que proíbe aglomerações e contribuição pela disseminação do novo coronavírus.

O evento aconteceu em uma escola estadual no Parque União e não teve autorização das autoridades de Saúde. Belo e os demais investigados vão responder por quatro crimes: infração de medida sanitária, crime de epidemia, invasão de prédio público e associação criminosa.

Veja mais: Lore Improta fala sobre casamento e gravidez