Belfort recorda nocaute no UFC Brasil 1 e desafia Wanderlei para novo duelo

AgFight
Belfort recorda nocaute no UFC Brasil 1 e desafia Wanderlei para novo duelo
Belfort recorda nocaute no UFC Brasil 1 e desafia Wanderlei para novo duelo

Após anunciar aposentadoria do MMA em maio de 2018, o ex-campeão do UFC Vitor Belfort voltou atrás da decisão de pendurar as luvas e projetou o retorno aos octógonos para este ano. E parece que o ‘Fenômeno’ já tem um possível adversário em mente: o antigo rival Wanderlei Silva, a quem propôs um novo duelo através das redes sociais.

Por meio do Instagram, (veja abaixo ou clique aqui), Vitor publicou uma foto com o calçado que utilizou na luta contra Wanderlei e aproveitou a oportunidade para novamente desafiar o rival. Além disso, o lutador carioca também postou um vídeo do nocaute que aplicou há pouco mais de 20 anos no ‘Cachorro Louco’, durante UFC Brasil 1, evento realizado em São Paulo.

“Este é a sapatilha com a qual eu nocauteei Wanderlei Silva. Deslize para ver o vídeo da luta. Ouvi dizer que ele quer outra luta, isso é verdade? Em breve, entrarei em contato com uma proposta, mas antes tenho que cuidar de um negócio. Por favor, fique saudável. Em breve, meu time entrará em contato”, escreveu.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Belfort e Wanderlei protagonizaram um dos principais embates da primeira edição do UFC no Brasil, em 1998. Na ocasião, Vitor nocauteou ‘Cachorro Louco’ em apenas 44 segundos, após aplicar uma sequência avassaladora de golpes. Era esperado que ‘Wand’ tivesse a revanche em 2012, no episódio final da primeira edição do ‘The Ultimate Fighter Brasil’ (TUF), programa em que eles foram escolhidos como treinadores. No entanto, o lutador carioca lesionou a mão às vésperas do evento e teve que adiar o reencontro, que pode ocorrer em breve.

Além disso, o clamor de Vitor pela saúde de Wanderlei provavelmente se justifica pelo fato de, recentemente, o curitibano ter admitido a possibilidade de carregar sintomas de Encefalopatia Traumática Crônica (ETC), tipo de doença neurodegenerativa.

Aos 41 anos, Belfort acumulou, até então, 26 triunfos, 14 derrotas e uma luta sem resultado em sua trajetória como lutador profissional de MMA. Rumores apontam que ele retornará à atividade através do Bellator, organização em que Wanderlei tem atuado. Um ano mais velho que Vitor, o ‘Cachorro Louco’ soma 35 vitórias, 14 reveses, um empate e um ‘no contest’ no cartel.

 

Veja outras notícias de MMA

Leia também