Bebida vegetal como opção mais saudável e nutritiva para a criançada

Vida e Tal
·3 minuto de leitura


Diante do novo cenário onde é cada vez maior o número de adultos adeptos a um estilo de vida mais saudável, é natural que esses hábitos se estendam a toda família, sobretudo aos mais jovens. Com maior conhecimento e critérios em relação ao valor nutricional dos alimentos, muitos pais passaram a rejeitar produtos não genuínos e a buscar por opções mais nutritivas, à base de ingredientes naturais, minimamente processados, livres de aditivos sintéticos e com baixo teor de açúcar para a criançada.

No Brasil, um estudo mostrou que a incidência de alergia às proteínas do leite de vaca em crianças é de 2,2%, e a prevalência de 5,4%. O único tratamento é a suspensão do alimento. Por essa razão, o consumo de bebidas vegetais em substituição ao leite animal segue crescendo, incluindo opções voltadas para público infantil.

Atenta a essa demanda, A Tal da Castanha lançou a nova linha de bebidas para substituir o tradicional leite de vaca da garotada, o Mini. De acordo com Felipe Carvalho, diretor de marketing e inovação da Positive Brands, empresa responsável pela A Tal da Castanha, o produto que não usa nada de origem animal é composto por ingredientes naturais e orgânicos, sendo 100 % vegetal, sem soja ou Organismos Geneticamente Modificados (OGM).

A bebida feita por humanos adultos que pensam no futuro das crianças, também não envolve aditivos artificiais. Na lista de ingredientes estão nutrientes essenciais para o desenvolvimento infantil, como cálcio, ferro, zinco proteínas, gorduras consideradas boas e fibras. Em embalagens de 200ml nos sabores preferidos da criançada – chocolate, morango, baunilha e maçã com banana, a bebida possui 3 gramas de proteínas, provenientes da castanha de caju e da fava.

- Na composição estão presentes fontes naturais de nutrientes essenciais para o desenvolvimento infantil, como o ferro, zinco proteínas, gorduras “boas”, cálcio e fibras. Além de nutrir, a bebida passa a ter um papel relevante na construção de um paladar mais limpo e menos estimulado pelo açúcar - declara Alessandra Luglio, nutricionista e consultora científica da A Tal da Castanha.

Segundo Rodrigo Carvalho, diretor comercial da Positive Brands, a ideia foi criar um produto a partir de ingredientes selecionados e 100% natural, que as mães não precisassem se preocupar com o rótulo e as crianças pudessem curtir o sabor.

- Queremos um futuro melhor para nossas crianças, e isso começa pela alimentação. A filosofia da marca é pautada em pureza e simplicidade, quanto menos ingredientes, melhor. Quando um componente do rótulo é difícil de pronunciar ou indecifrável, quer dizer então que ele não é seguro - afirma Carvalho.

Para os pais atletas, esportistas que já desejam iniciar os filhos no universo saudável, a nutricionista alerta para a monotonia alimentar, um fator que contribui fortemente no desinteresse da criança pelos alimentos e consequentemente na redução do apetite.

- É fundamental oferecer uma alimentação equilibrada, que deve ser composta por refeições coloridas, com diferentes texturas e formas, tornando o prato atrativo para a criança e o momento seja lúdico e divertido. As refeições em família, com a participação das crianças no preparo dos alimentos, dando a autonomia para alimentar-se sozinha e incentivando a curiosidade pelas cores, sabores e texturas dos alimentos, também podem ser ótimas estratégias na construção de bons hábitos alimentares - revela.