Bebê nasce prematuro e com nome de Richarlison

Richarlison comemora o seu gol contra Coreia do Sul. Foto: Xin Yuewei/Xinhua via Getty Images
Richarlison comemora o seu gol contra Coreia do Sul. Foto: Xin Yuewei/Xinhua via Getty Images

Richarlison fez o terceiro gol do Brasil na goleada de 4 a 1 em cima da Coreia do Sul pelas oitavas de final da Copa do Mundo. Nesse momento, na Santa Casa de Misericórdia do Pará, em Belém, nasceu o bebê prematuro de sete meses com 2,190 kg e 46 cm de comprimento. Essa coincidência fez com que esse recém-nascido recebesse o nome de Richarlison.

"Ele nasceu bem na hora do terceiro gol do Brasil. A médica perguntou se já tínhamos um nome. Eu queria Ravi, mas queria mais um nome e uma das enfermeiras sugeriu: 'Então coloca Richarlison Ravi'. A mãe concordou. Se a mãe concordou, então é isso", falou Antônio Gleibson Rodrigues de Carvalho para o UOL.

Leia também:

A família comemorou essa vitória do Brasil sobre os sul-coreanos em dose dupla. "Tive duas vitorias: do Brasil e do meu filho”, disse na sequência o Antônio em contato com a reportagem do UOL.

O bebê é o quinto filho do casal e curiosamente entre os seus quatro irmão Richarlison Davi é o único que recebeu esse nome por referência de jogador de futebol. O bebê não foi registrado após a mãe receber alta, e, também garantiram ao UOL que não vão voltar atrás na decisão. Há uns familiares que já até aprovaram o nome do novo membro.

Richarlison está entre os destaques do Brasil neste Mundial no Catar, marcou três gols e neste momento divide a vice-artilharia com equatoriano Enner Valencia, os ingleses Rashford e Saka, o espanhol Morata, o holandês Gakpo, o argentino Messi, o português Gonçalo Ramos e o francês Guiroud. Mbappé o líder desse ranking com cinco tentos.

Brasil enfrenta a Croácia nesta sexta-feira (9), às 12h (horário de Brasília), no Estádio Cidade da Educação, pelas quartas de final da Copa do Mundo. Se avançar, os brasileiros encaram a Argentina ou Holanda na semi.