Beatriz Sousa leva bronze no Grand Slam e acaba com jejum do Brasil

Beatriz Sousa venceu francesa neste domingo e conquistou primeira medalha do Brasil no Grand Slam de Osaka (Foto: Divulgação/CBJ)
Beatriz Sousa venceu francesa neste domingo e conquistou primeira medalha do Brasil no Grand Slam de Osaka (Foto: Divulgação/CBJ)


Após dois dias de jejum no Grand Slam de Osaka o Brasil conquistou sua primeira medalha neste domingo, com Beatriz Sousa. No Japão, a judoca que lutou pelo lado B da chave da categoria acima de 78kg, venceu Jua Wen Tsai, de Taipei, em duelo que durou pouco mais de 30 segundos e teve um ippon.

No segundo desafio do dia, Beatriz enfrentou a japonesa Sarah Asahina, em uma luta um pouco mais difícil. Em alguns momentos, a judoca conterrânea chegou a liderar a disputa, mas a brasileira garantiu a virada já no final da luta e assegurou a vaga na semifinal do Grand Slam.

Na disputa por vaga na decisão, Beatriz encarou a cubana Idalys Ortiz, vencedora de três medalhas olímpicas. O confronto foi finalizado por Ortiz rapidamente. Ela venceu por ippon, e Beatriz foi apenas para a disputa do bronze.

Para disputar o seu último confronto do Grand Slam de Osaka, a brasileira teve como adversária a francesa Julia Tolofua. O confronto foi equilibrado, e Beatriz alcançou o bronze após projetar um golpe certeiro.

- Gostaria de agradecer o apoio e a torcida de quem ficou acompanhando as lutas. Essa medalha é nossa - comemorou Bia ao deixar o tatame.

No masculino, o melhor resultado deste domingo entre os homens foi de Rafael Silva, que disputou pela categoria acima de 100kg. Em luta contra o japonês Kokoro Kaguera por um lugar no pódio, o brasileiro acabou eliminado por ippon.










Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também