Bayern português? Ex-Corinthians, Pedrinho já ganhou 6 quilos no Benfica de Jorge Jesus

Antonio Mota
·2 minuto de leitura

Bayern de Munique de Portugal? Contratado junto ao Corinthians para a temporada 2020/21, Pedrinho tem passado por um processo de fortalecimento muscular no Benfica. Segundo a Gazeta Esportiva, o meia-atacante de 22 anos faz um trabalho específico, assim como fez no time paulista nos últimos anos, e já ganhou 6 quilos de massa magra.

Cria do Timão, Pedrinho foi diagnosticado com déficit muscular logo após ser integrado ao elenco profissional do Corinthians, em 2017. Naquele ano, o atleta comentou sobre o problema e revelou que sofria muito em jogadas que exigiam “muita força” e também pela intensidade: “Todos atacam e marcam da mesma forma. Senti mais nessa parte de atacar e defender igual, por isso estou sendo lapidado para pegar mais ritmo, mais força e cumprir bem as funções”, declarou.

Pedrinho tem "crescido" no Benfica. | Gualter Fatia/Getty Images
Pedrinho tem "crescido" no Benfica. | Gualter Fatia/Getty Images

No ano passado, o ex-camisa 10 corinthiano também sofreu com a ausência de ferro no sangue e ainda desenvolveu um quadro de anemia. À época, o meia até levava comida do CT, a qual era determinada pelos nutricionistas do clube, para casa. Vale notar também que ele sempre realizou trabalhos especiais na academia.

Com todos estes cuidados, Pedrinho conseguiu evoluir fisicamente e engatou uma boa sequência de partidas já no Corinthians no ano passado. Contudo, essa evolução não foi considerada suficiente para os preparadores físicos de Jorge Jesus, que organizaram mais trabalhos específicos para o brasileiro.

Jorge Jesus tem cobrado uma adaptação diferente de Pedrinho. | Gualter Fatia/Getty Images
Jorge Jesus tem cobrado uma adaptação diferente de Pedrinho. | Gualter Fatia/Getty Images

Além da parte física, o meia também tem atuado diferente no Benfica. Lá, ele tem sido adaptado para atuar como segundo homem de meio-campo, fazendo a distribuição rápida do jogo e sendo bastante acionado, mas segurando menos a bola e com menos provocações para dribles.

As informações acima são da ESPN Brasil.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.