Olympique e Salzburg iniciam semifinal menos badalada da Liga Europa

EFE

Redação Central, 25 abr (EFE).- Olympique de Marselha, da França, e Red Bull Salzburg, da Áustria, iniciam nesta quinta-feira a semifinal dos "patinhos feios" da Liga Europa, já que as duas equipes não eram apontadas como favoritas ao título e estarem ofuscadas pelo badalado duelo entre Atlético de Madrid e Arsenal.

Já nas quartas de final, ambos foram surpresas ao reverterem desvantagem com que saíram na ida e, para piorar, levarem um gol em seus domínios, na volta. O time francês despachou o RB Leipzig, da Alemanha, enquanto o austríaco eliminou a Lazio, da Itália.

A última vez que o Olympique havia alcançando uma semifinal de torneio continental havia sido na temporada 2003-2004, na Copa da Uefa, antecessora da Liga Europa. A equipe passou pelo passou pelo Newcastle, se garantindo na decisão, mas, caiu diante do Valencia na decisão, disputada em Gotemburgo, na Suécia.

Fundado em 1933, como Austria Salzburg, e 13 anos sendo propriedade de uma empresa produtora de bebidas energéticas, o Red Bull já foi vice-campeão da Copa da Uefa em 1993-1994, caindo diante da Inter de Milão. Sob controle dos atuais donos, essa é a melhor campanha europeia do clube.

Para o primeiro de dois confrontos - o segundo será na Áustria, daqui uma semana -, o técnico francês Rudi Garcia, do Olympique, tem duas dúvidas. O zagueiro português Rolando, recém-recuperado de lesão, voltou a sentir na vitória sobre o Lille por 5 a 1, pelo Campeonato Francês.

Já o jovem francês Boubacar Kamara, que seria substituto imediato do luso, também está contundido e deve ficar fora. Assim, se ambos não puderem atuar, a linha defensiva terá o francês Adil Rami e o volante brasileiro Luiz Gustavo, que, por diversas vezes, atuou improvisado nesta temporada.

No setor ofensivo, três jogadores são presenças quase certas, os meias franceses Dimitri Payet e Florian Thauvin, além do centroavante grego Konstantinos Mitroglou. O francês Bouna Sarr e o argentino Lucas Ocampos disputam lugar restante na linha de frente.

No Salzburg, o técnico alemão Marco Rose poderá contar com força máxima para a disputa da ida das semifinais. O comandante poderá contar com o volante malinês Diadie Samassekou, que não atuou no segundo jogo com a Lazio, por estar suspenso.

Com isso, o volante austríaco Xavier Schlager deverá perder lugar no time, se a escalação for a mesma do último compromisso pela competição. O zagueiro brasileiro André Ramalho é um dos nomes quase certos no 11 inicial da equipe.


Prováveis escalações:.

Olympique de Marselha: Pelé; Sakai, Rami, Rolando (ou Kamara), Amavi; López, Luiz Gustavo; Thauvin, Payet e Ocampos (ou Sarr); Mitroglou. Técnico: Rudi Garcia.

Red Bull Salzburg: Walke; Lainer, André Ramalho, Caleta-Car e Ulmer; Samassekou, Haidara, Berisha e Yabo (ou Schlager); Hwang e Dabbur. Técnico: Marco Rose.

Árbitro: William Collum (Escócia), auxiliado pelos compatriotas David McGeachie e Francis Connor.

Estádio: Velódrome, em Marselha (França). EFE


Leia também