Bayern minimiza desvantagem para volta: “Não estamos mortos”

O Bayern de Munique foi do céu ao inferno nesta quarta-feira e se complicou na busca pela classificação rumo às semifinais da Liga dos Campeões. No entanto, depois da derrota de virada, por 2 a 1, diante do Real Madrid, os alemães mostraram confiança para o jogo da volta e disseram acreditar que podem reverter a desvantagem.

Um dos principais personagens do duelo desta tarde, o goleiro Manuel Neuer preferiu se apegar na boa atuação alemã na primeira etapa. Antes do intervalo, os bávaros lideravam o placar e desperdiçaram uma cobrança de pênalti com Arturo Vidal, autor do primeiro gol.

“Foi um pouco de azar, fomos a melhor equipe na primeira metade. Acreditamos que ainda podemos fazê-lo “, disse o goleiro eleito o melhor do mundo pela Fifa em 2016.

Neuer foi outro que teve um ótimo começo, mas acabou amargando um péssimo lance. Depois de salvar a virada espanhola em uma série de vezes, quando os bávaros estavam com um homem a menos, ele acabou falhando no segundo gol merengue, marcado por Cristiano Ronaldo. O português também anotou o primeiro tento do Real.

Outro a adotar o discurso otimista para o Bayern foi Carlo Ancelotti. O treinador da equipe vermelha ressaltou que em um jogo tudo pode acontecer e disse esperar o melhor de seus atletas no Santiago Bernabéu. A partida da volta esta marcada para o dia 18 de abril, às 15h45.

“Nós ainda não estão mortos. Nós ainda temos 90 minutos. Hoje tivemos algumas coisas boas. Mas faltou felicidade em algumas horas”, analisou o italiano.