Bayern campeão: os números de um domínio inigualável na Europa

Goal.com

Nada de surpresas na Bundesliga: nesta terça-feira (16), o Bayern de Munique venceu o Werder Bremen por 1 a 0 - com gol de Robert Lewandowski - e se tornou campeão da competição pela 29ª vez, a oitava de maneira consecutiva.

A conquista do clube bávaro mostra mais uma vez a sua dominância na Alemanha: com 29 títulos do torneio, o Bayern tem 24 troféus a mais do que os segundos maiores vencedores, Borussia Dortmund e Borussia Monchengladbach, tendo ambos cinco campeonatos.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Mesmo se voltarmos ao tempo e incluirmos a fase pré-Bundesliga, onde a equipe de Munique não estava tão acima das demais, sua vantagem ainda é significativa: o atual campeão teria 30 conquistas, contra nove do Nuremberg, segunda equipe com mais títulos nacionais.

A sequência atual de oito títulos consecutivos para o Bayern, inclusive, já é a maior da história, incluindo apenas a Bundesliga ou as demais competições que são consideradas como Campeonato Alemão. Nunca antes uma equipe venceu tantas vezes a principal competição do país quanto os bávaros nesta década.

Neste ano, até parecia que a sequência corria perigo: o líder no final do primeiro turno era o RB Leipzig, seguido de perto pelo Borussia Monchengladbach, ao passo que o Gigante da Baviera era apenas o terceiro colocado. Com "Hansi" Flick assumindo o comando técnico da equipe após a saída de Niko Kovac, no entanto, não teve para ninguém.

Em 22 jogos, o ex-interino terminou a Bundesliga com 19 vitórias, um empate e duas derrotas, uma campanha virtualmente perfeita, especialmente no segundo turno, onde o Bayern ainda não perdeu. Após a retomada do futebol no pós-pandemia, venceu todas as partidas, deixou o Borussia Dortmund para trás e mostrou que, mesmo que rivais ameacem a sequência de títulos do clube bávaro de tempos em tempos, a hegemonia do time na Alemanha está mais viva do que nunca.

Tendo um elenco relativamente jovem e recheado de grandes jogadores, é bem possível que o Gigante da Baviera consiga se manter no topo da tabela da Bundesliga por muito tempo. Mesmo que o Borussia Dortmund tenha chegado a liderar a edição de 2018-19 por 21 das 34 rodadas do campeonato, e RB Leipzig e Borussia Monchengladbach tenham dividido a liderança por boa parte desta temporada atual, no final, quem ergueu a taça em ambos os casos foi o capitão Manuel Neuer.

E Neuer, de todos os jogadores que estiveram em campo na partida decisiva diante do Werder Bremen, é o único com mais de 31 anos de idade. Destaques como Serge Gnabry (24), David Alaba (27), Alphonso Davies (20), Leon Goretzka (25) e Joshua Kimmich (25) todos ainda podem evoluir, ao passo que veteranos como Lewandowski (31), Boateng (31) e Thomas Muller (30) mostram que ainda tem muita lenha pra queimar.

Agora, o próximo desafio do Bayern é tentar levar a sua soberania nacional para fora de seu país: o clube só venceu uma Liga dos Campeões na década, justamente sobre seu rival alemão Borussia Dortmund. Com uma campanha invicta nessa edição do torneio continental e praticamente garantido nas quartas de final, o clube bávaro vem forte para mostrar que pode mandar em toda a Europa.

Leia também