Bastidores de vídeos de atletas convocados viralizam nas redes sociais

Reações de jogadores da Seleção viralizaram após a convocação para a Copa (Foto: Reprodução / FlaTV)


Éverton Ribeiro, Antony, Richarlison, Pedro, Bruno Guimarães, Ederson, Alex Telles, Weverton, Fred, Fabinho, Alisson e até Neymar. A maioria dos 26 atletas chamados para a disputa da Copa do Mundo no Qatar postou vídeo nas redes sociais do momento da convocação pelo técnico Tite no início da tarde da última segunda-feira.


> Saiba o time que revelou cada convocado pelo Brasil para a Copa
> Veja a tabela da Copa do Mundo-2022 clicando aqui


Desde muito emocionados, como o lateral-esquerdo Alex Telles, até alguns bem protocolares, como o atacante Neymar, passando pela alegria do goleiro palmeirense Weverton, os vídeos viralizaram nas redes sociais.

Para especialistas, a viralização dos vídeos por meio dos selecionáveis brasileiros não é por acaso. Elas trazem uma sensação de proximidade entre ídolo e fã.

- Na minha opinião é um conteúdo valiosíssimo. Gera engajamento, emoção, traz uma imagem muito positiva para o atleta e leva um sentimento de pertencimento junto aos torcedores que gostam desse tipo de material. As pessoas querem ver esse tipo de vídeo", destaca o especialista em marketing esportivo Fábio Wolff, sócio-diretor da Wolff Sports, empresa que atende atletas junto às marcas.

- É o mesmo caso do Drive To Survive. É um sucesso que conta os bastidores da Fórmula 1, e as pessoas querem seguir seus ídolos, querem entender no que chamamos de "por trás das cortinas". Neste caso dos jogadores, é um conteúdo que o público gosta, porque jamais teria a chance de estar dentro da casa de um jogador.

Pedro Melo, executivo comercial do Atlético-MG, responsável pela captação e gestão dos contratos de patrocínio do clube, corrobora com a opinião.

- Essa é uma atitude extremamente positiva para o atleta. Por meio dessas reações, registradas em vídeos, o torcedor se conecta com o seu ídolo e se sente parte de um momento marcante da carreira dele. Em termos mercadológicos, é uma iniciativa muito válida e valorizada pelas marcas, que têm buscado cada vez mais mostrar o lado humano dos jogadores que são seus embaixadores - avaliou.

- Vimos vídeos dos jogadores com seus filhos, amigos, familiares. Um momento especial para cada um deles que foi levado para milhões de pessoas em todo mundo, refletindo um sentimento também de patriotismo, da vontade de representar o país em uma Copa do Mundo por meio de uma convocação. Alguns profissionais conseguem usar com mais propriedade as redes sociais do que outros, e esse tipo de conteúdo tem um valor imensurável para as marcas envolvidas com esses jogadores e também na comunicação com os verdadeiros fãs - afirmou Renê Salviano, CEO da Heatmap, empresa que capta patrocínios envolvendo atletas e marcas.