Bastidores: Botafogo mantém 40% dos direitos econômicos de Caio Alexandre, vendido para a MLS

Sergio Santana
·1 minuto de leitura


Caio Alexandre não atua mais pelo Botafogo, mas ainda pode render uma quantia de dinheiro considerável no futuro ao clube. Negociado ao Vancouver Whitecaps, do Canadá, nesta sexta-feira, o clube de General Severiano manteve 40% dos direitos econômicos do meio-campista de 22 anos.

O meio-campista negociava com a equipe que disputa a MLS, a principal liga dos Estados Unidos, há, pelo menos, duas semanas. O pagamento do Whitecaps foi realizado à vista. O Botafogo não abre detalhes sobre valores da negociação em curto prazo para evitar penhoras.

Desta forma, o clube de General Severiano terá direito a praticamente metade do valor de uma venda futura realizada pelo Vancouver Whitecaps. Caio Alexandre assinou com a equipe canadense até 2024.

O meio-campista ainda está no Brasil e estará no treino do Botafogo na tarde desta sexta-feira no campo anexo do Estádio Nilton Santos para se despedir de jogadores e funcionários. Ele é esperado no Canadá na próxima semana, com o intuito de realizar a pré-temporada visando a próxima temporada da MLS.

A negociação, por parte do Botafogo, foi liderada por Durcesio Mello. O presidente não abriu mão de manter parte dos direitos econômicos do atleta, algo bem sucedido pelo Alvinegro.