Basquete: Estados Unidos vencem Austrália e vão disputar o ouro olímpico dos Jogos Olímpicos

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


O "Dream Team" parece ter voltado na madrugada desta quinta-feira. O basquete masculino dos Estados Unidos demonstrou nos Jogos Olímpicos de Tóquio por qual motivo é uma potência. Eles derrotaram o time australiano por 97 a 78 na semifinal e seguem na disputa pelo 16ª ouro olímpico.

+ Brasil perde para o Comitê Olímpico Russo no vôlei e está fora da final

A Austrália até que começou bem em quadra, com 13 pontos de vantagem. Mas eles não esperavam que Kevin Durant fosse brilhar. O ala-pivô do Brooklyn Nets marcou 23 pontos impressionantes. Ele acabou sendo a peça-chave da vitória depois da virada no segundo tempo.

Os Estados Unidos buscam o tetracampeonato consecutivo. A decisão será contra o vencedor de França e Eslovênia e irá acontecer na próxima sexta-feira às 23h30 (de Brasília).

+ Pedro Barros conquista a medalha de prata no skate park masculino

UMA AUSTRÁLIA FORTE
Os australianos estavam preparados para enfrentar os americanos com um bom esquema. Eles começaram bloqueando o garrafão e forçando os chutes de três. Joe Ingles, da Austrália, foi o destaque do primeiro quarto. O país abriu vantagem por 11 a 6 logo após empate por 6 a 6. Mesmo com a ótima atuação de Kevin Durant, os australianos levaram a melhor por 24 a 18 no primeiro tempo.

Foi só no final do segundo tempo que os Estados Unidos acordaram, mas ainda assim observaram os australianos com o placar de 44 a 31. Esses 13 pontos de diferença não foram superados por pouco: o arremesso de Jayson Tatum de três, sem marcação, ficou no aro. No soar do relógio por 45 a 42.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

ESTADOS UNIDOS VIRA O JOGO
Foi quando os americanos deram a volta por cima na volta do intervalo. Os próprios australianos se auto sabotaram depois de muitos erros ofensivos. Foi Kevin Durant quem tirou o time dos Estados Unidos do aperto e parcial de dez minutos fechou com o placar fantástico de 32 a 10. O quarto final protocolou quando o jogo estava em 74 a 55.

As duas equipes foram fortes, mas Austrália já jogou os dez minutos finais certos da derrota e poupando os jogadores para disputarem o bronze no sábado. Mesmo com Kevin Durant no banco, a vantagem americana não caiu e foi com os reservas em quadra que saíram com 97 a 78 no placar final.

Veja abaixo o quadro de medalhas dos Jogos Olímpicos de Tóquio:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos