Barueri e Clube Curitibano são os finalistas da Superliga B feminina

Equipe paulista ainda está invicta na competição, enquanto o time paranaense fez uma campanha de recuperação nos playoffs

As finalistas da Superliga B feminina 2017 foram definidas no último sábado. Hinode Barueri (SP) e BRH-Sulflex/Clube Curitibano (PR) venceram os respectivos duelos semifinais e avançaram para a decisão do título da competição e uma vaga na elite na próxima temporada. Os dois times tiveram caminhos bem distintos ao longo da competição, já que o time paulista terminou a fase classificatória em primeiro, enquanto o clube paranaense foi o lanterna. Agora eles se encontrarão na final, marcada para o dia 10 de abril.

O Hinode Barueri (SP) foi a primeira equipe a se classificar. Em casa, no José Correa, o time que é comandado por José Roberto Guimarães, venceu a segunda partida do playoff semifinal sobre o São Bernardo (SP) por 3 sets a 0 (25/17, 25/13 e 25/16), em 1h07 de duelo.

A equipe de Barueri, que disputa a competição pela primeira vez, é a única invicta e, como tem a melhor campanha, será a mandante da grande decisão. O técnico José Roberto Guimarães comemorou o resultado positivo e a boa performance do grupo ao longo do campeonato.

- Estou muito feliz com tudo. Com o projeto, com a forma que o time está jogando. Temos jogadoras muito jovens que estão evoluindo. Sabíamos que este jogo poderia ser complicado. Agora temos que aguardar o adversário para a decisão.

Na outra chave, a equipe paranaense BRH-Sulflex/Clube Curitibano venceu o Abel Havan Brusque (SC) no tiebreak (25/20, 25/22, 17/25, 22/25 e 15/12), em 2h19, de jogo na Arena Havan, em Brusque (SC). Com o resultado o Clube Curitibano encerrou a série em 2x0. O Curitibano fez uma campanha de recuperação, já que terminou a fase classificatória sem nenhuma vitória nos seis jogos disputados.

Mesmo com a pior campanha, o regulamento permitia a classificação e as meninas comandadas pelo campeão olímpico Jorge Edson aproveitaram a chance e venceram quatro jogos seguidos (dois nas quartas e os dois semifinais).

SESC-RJ e Jaó/Universo largam na frente nas semifinais do masculino

A fase semifinal da Superliga B masculina começou no último sábado com as duas partidas da primeira rodada. SESC-RJ e Jaó/Universo (GO), os dois times de melhor campanha, saíram na frente nos respectivos confrontos, mesmo jogando fora de casa. Agora tanto a equipe carioca, quanto o clube goiano precisam apenas de mais um resultado positivo para chegarem à decisão.

A primeira partida do dia foi a virada do Jaó/Universo sobre o APAN/Barão/Blumenau (SC), no Barão do Rio Branco, em Blumenau (SC). Os visitantes começaram atrás, perdendo os dois primeiros sets, mas conseguiram a recuperação para fechar a partida no tiebreak (18/25, 26/28, 25/20, 25/21 e 15/12), em 2h18 de confronto. O próximo encontro será em Goiânia (GO), no ginásio do Colégio Santo Agostinho.

No Rio de Janeiro (RJ) o primeiro duelo carioca foi vencido pelo SESC-RJ que bateu o Botafogo (RJ) por 3 sets a 0 (25/21, 25/22 e 25/16, em 2h04 de jogo no ginásio da Sede de General Severiano. A partida seguinte será no clube Hebraica, também no Rio.

A segunda rodada das semifinais está programada para o dia sete de abril, e, se necessária, a terceira partida será no dia nova. A decisão será no dia 15 de abril, às 16h30, com mando de quadra do finalista de melhor campanha e com transmissão ao vivo do SporTV.




















E MAIS: