Barton é banido do futebol por 18 meses por envolver-se com apostas

O meio-campista inglês Joey Barton recebeu uma dura punição da FA (Football Association), a Federação que comanda o futebol inglês. O atleta teve seu nome ligado a uma série de apostas em partidas de futebol, atividade que é proibida para jogadores profissionais, e como sanção, foi banido por 18 meses, em que não poderá se relacionar ao esporte.

“Foi alegado que, entre 26 de março de 2006 e 13 de maio de 2016, Barton teve 1.260 aposta no resultado, progresso, conduta ou qualquer outro aspecto ou ocorrência em jogos de futebol ou competições, violando a regra E8 da FA. Após a audiência da Comissão Independente de Regulamentação, o meio-campista do Burnley também foi multado 30 mi libras e alertado sobre a sua conduta futura”, informa o comunicado da Federação, além de anunciar o tempo de gancho.

Em sua defesa, Barton publicou um texto em seu site oficial, em que admite ter quebrado regras da FA e que possui problemas com apostas que irá tratar em breve, no entanto, o atleta se queixou da punição recebida, considerada por ele muito severa.

“Estou muito desapontado com a severidade da sanção. A decisão efetivamente me força a uma aposentadoria precoce. Eu aceito que eu quebrei as regras governamentais para jogadores profissionais, mas eu sinto que a penalidade é mais pesada do que seria para outros jogadores menos controversos”, comentou Barton, hoje com 34 anos.

“Este episódio me fez realizar que, assim como eu tive que enfrentar a necessidade de obter ajuda para lidar com o problema com álcool e com a raiva, então agora eu preciso para obter ajuda para os meus problemas com o jogo, e assim farei”, completou.

Além de sua carreira nos gramados, Barton já se destacou pela personalidade forte, seja para desentendimentos durante as partidas ou para declarações polêmicas, como as que já fez nos últimos anos questionando a qualidade de Neymar.