Barroca vê pontos positivos do Botafogo em empate com Palmeiras: 'Poderíamos ter vencido'

LANCE!
·1 minuto de leitura


O Botafogo foi para São Paulo encarar o campeão da Libertadores com muitos desfalques. Mesmo assim, o Alvinegro bateu de frente e saiu do Allianz Parque, nesta terça-feira, pela 33ª rodada do Brasileirão, com um empate por 1 a 1. Após a partida, Eduardo Barroca valorizou, em entrevista coletiva, a atuação do Glorioso.

- Estamos trabalhando em dois caminhos. O primeiro é a necessidade de resultado imediato. Ainda temos alguns jogos no Campeonato Brasileiro e temos a necessidade de fazer jogos como fizemos hoje, em bom nível. Um jogo que poderíamos ter vencido pelo o que produzimos. Saio satisfeito com nossa dedicação, produção, organização coletiva e desempenho individual - afirmou o treinador.

Além de ressaltar os pontos positivos vividos no Allianz Parque, o treinador do Botafogo fez questão que está planejando o futuro da equipe já pensando na próxima temporada.

- Ao mesmo tempo, trabalhamos em um segundo canal que é a construção do futuro, que também é importante tirar referências do presente. Já estamos trabalhando nisso, estamos diariamente debatendo ações, pessoas, procedimentos para que a gente faça o Botafogo forte presente e na construção do futuro - completou.

O treinador afirmou que a saída de Rafael Forster foi prejudicial nos encaixes de marcação nas jogadas de bola parada - justamente como o Palmeiras abriu o placar. Mesmo assim, ressaltou o espírito de buscar o placar adverso.

- Fizemos um bom jogo, infelizmente tomamos um gol de bola aérea. O Forster era um jogador muito importante que estava marcando o Emerson. Com a troca, o Hugo tem uma estatura menor, e o Emerson fez o gol. Não nos desorganizamos, tentamos ter o padrão do jogo. Empatamos e tivemos boas oportunidades para tentar virar - analisou.