Barroca explica mudanças no time, evita jogar a toalha, mas quer conversa sobre futuro do Botafogo

LANCE!
·2 minuto de leitura


O técnico Eduardo Barroca comentou a terceira derrota seguida do Botafogo, dessa vez por 3 a 0 para o Vasco, em São Januário. Em entrevista coletiva após o clássico, o treinador teve dificuldade de explicar mais um insucesso, garantiu que ainda acredita na permanência da equipe, mas confessou que já pretende iniciar o planejamento da próxima temporada com a diretoria.

+ ATUAÇÕES: Vacilos defensivos e ataque improdutivo marcam derrota do Botafogo no clássico

- A gente tinha conversado com a direção que esse jogo do Vasco seria um divisor de águas para que a gente pudesse pensar o planejamento de 2021 ou não. Com esse resultado, meu interesse amanhã é voltar a conversar com a direção. Eu acho que o Botafogo tem totais condições de reverter, eu acredito como treinador e vou trabalhar muito para que isso aconteça.

- Mas diante do ano que a gente teve e dos desequilíbrios muito claros, eu acho que o Botafogo não pode perder mais muito tempo e precisa imediatamente conversar sobre o futuro a curto, médio e longo prazo. Provavelmente amanhã eu devo ter essa conversa para ver o entendimento da direção sobre o que a gente conversou antes do jogo e tome algumas ações.

Barroca também comentou sobre as mudanças que realizou na equipe titular para encarar o Vasco. Atletas que não vinham iniciando partidas, Rhuan, Kelvin e Warley foram os escolhidos para formarem o trio ofensivo atrás de Pedro Raul, mas tiveram atuação apagada. Segundo o treinador, a escolha uma tentativa de explorar a agilidade dos jogadores.

- A ideia com a equipe que iniciou era ter um pouco mais de velocidade do que a gente vinha tendo. Explorar a velocidade de três jogadores vindo de trás do Pedro Raul. E também fomentar a competição interna. Tenho uma expectativa em cima das individualidades dos jogadores, estou buscando que os jogadores encontrem uma resposta dentro de campo. A única forma de conseguir isso é dar as oportunidades e fazer as cobranças. Fiz uma tentativa, não consegui ter o resultado de performance nem de resultado.

+ Situação do Bota cada vez mais difícil: confira a tabela do Brasileirão

Os gols do Vasco foram marcados por Talles Magno, Andrey e Yago Pikachu. A derrota deixou o Botafogo estacionado na 19ª posição, com 23 pontos - agora a nove do Fortaleza, o primeiro fora do Z-4. O Alvinegro volta a campo no próximo domingo para enfrentar o Santos, fora de casa.