Barcelona vence Dortmund (3-1) e vai às oitavas; Inter derrota Slavia

AFP

O Barcelona se classificou nesta quarta-feira para as oitavas de final da Liga dos Campeões como líder do grupo F após vencer por 3 a 1 no Camp Nou o Borussia Dortmund com mais um show de Lionel Messi, que deu mais um passo rumo à Bola de Ouro.

O capitão da equipe catalã deu a assistência para o primeiro gol, de Luis Suárez (29). Em seguida marcou o seu (33) e deu um passe preciso para o gol do francês Antoine Griezmann (67), enquanto que a jovem revelação, o inglês Jadon Sancho, diminuiu para a equipe alemã (77).

Messi não poderia ter comemorado de melhor maneira sua partida de número 700 com o Barcelona, um número que só Xavi Hernández alcançou antes dele (e chegou a 767).

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

O argentino voltou a ser o fator desequilibrante de sua equipe na área do Borussia Dortmund, que deu pouco trabalho ao goleiro do Barça, Marc-André Ter Stegen.

Os alemães deram um susto logo no início da partida com um chute de Schultz, que obrigou Ter Stegen (1) a mostrar serviço, mas depois foram se apagando enquanto o time catalão começava a dominar a posse de bola.

Com paciência, o Barcelona movia a bola tentando encontrar buracos na bem organizada defesa adversária.

Os 'azulgranas' chegavam pelas pontas, por onde aparecia Ousmane Dembélé, que acabou sendo a má notícia da noite ao sofrer uma lesão muscular na coxa direita.

- Conexão Messi-Suárez -

Após uma jogada na área do Dortmund, o francês se sentou no gramado e tirou as chuteiras deixando o campo chorando. Ele foi substituído por seu compatriota Antoine Griezmann, que havia começado a partida no banco (26).

Messi e Suárez não paravam de rondar a área dos alemães, mas tiveram que esperar meia hora de jogo para que o argentino desse um passe na área que o uruguaio mandou para o fundo das redes (29).

Apenas quatro minutos depois, Suárez devolveu o favor a seu amigo, e deu o passe para que Messi ampliasse com um chute cruzado (33) abrindo caminho para a classificação.

A dupla sul-americana voltou a ser um pesadelo para a defesa do Borussia, que foi para o intervalo após um chute de longe de Achraf Hakimi em que a bola subiu demais (43).

O Borussia melhorou no segundo tempo com a entrada de Jadon Sancho, que deu mais dinamismo à equipe alemã, aproveitando também que o Barça diminuiu sua intensidade.

- Messi encontra Griezmann -

Nesse melhor momento alemão, Julian Brandt ficou de frente para Ter Stegen mas seu chute foi defendido pelo goleiro (61).

Mas o Barça reagiu e Messi fez uma bela jogada em velocidade se livrando de vários marcadores e dando uma bola açucarada para a chegada de Griezmann que chutou cruzado e ampliou para 3 a 0 (67).

Messi correu direto para abraçar Griezmann dissipando os boatos sobre sua suposta má relação com o francês.

O gol foi cruel para o Dortmund, mas o time alemão conseguiu diminuir por meio de Jadon Sancho que disparou da entrada da área (77).

O jovem britânico ainda deu outro susto com um chute no travessão no fim da partida (86).

- Inter brilha -

Com o resultado o líder Barcelona chegou aos 11 pontos no Grupo F. A Inter de Milão, que venceu o Slavia Praga fora de casa também nesta quarta-feira por 3 a 1 tem agora 7 pontos, os mesmos do Borussia, mas com um saldo superior. O Slavia marcou apenas 2 pontos.

Os gols da Inter foram marcados pelo argentino Lautaro Martínez (duas vezes, aos 19 e 88) e pelo belga Romelu Lukaku (35).

"O mais importante é a equipe. A força deste grupo com Lukaku é o altruísmo. O que conta são os gols da equipe, não quem os marca", afirmou Lautaro após a partida.

"Contra o Barça, teremos que pensar nos bons 45 primeiros minutos na primeira partida que disputamos no Camp Nou. Podemos ficar confiantes se repetimos esses 45 minutos. Evoluímos muito desde então e temos que acreditar em nossas chances", acrescentou o argentino.

Leia também