Barcelona trata Neymar como assunto proibido, mas sonha: "estamos abertos a tudo"

Goal.com
Em entrevista, o presidente do Barcelona tratou o assunto Neymar com cautela e falou ainda sobre Messi e Suárez
Em entrevista, o presidente do Barcelona tratou o assunto Neymar com cautela e falou ainda sobre Messi e Suárez

Em entrevista exclusiva ao Mundo Desportivo, o presidente do Barcelona,  Josep Maria Bartomeu, falou sobre Neymar, Messi e Suárez. Mas o assunto sobre a contratação do brasileiro foi tratado com bastante cautela.

Quando a possibilidade de trazer Neymar de volta ao Barça foi abordada, Bartomeu respondeu: “ Todo mundo faz esta pergunta desde o ano passado. Até a gente se reunir e planejar a próxima temporada, não se falará nada sobre este tema. Agora estamos pensando no que podemos fazer em janeiro. Mas estamos abertos a tudo sempre”. 

Sobre a possibilidade de ter Neymar e Lautaro Martínez na próxima temporada ele disse: “Prefiro não falar sobre jogadores de outras equipes. Para nós é prematuro conversar sobre a próxima temporada”.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

No meio de 2019, na janela de verão da Europa, muito foi especulado sobre a volta de Neymar ao Camp Nou, vestindo a camisa do Barça. No entanto, nada se confirmou e o brasileiro seguiu no PSG, mas nunca esconder sua vontade de retornar ao clube catalão.

Na mesma entrevista, Bartomeu reforçou que o clube pretende que Lionel Messi encerre sua carreira por lá. “Ele tem um contrato até 2021, nosso objetivo é que ele se aposente no Barça e, portanto, terá que ser renovado. Ele ainda tem muito futebol para nos ensinar e para desfrutar. Será necessário renovar, claro, para que ele termine no Barça quando quiser”, disse.

A renovação contrato de Luis Suárez também entrou na conversa, mas, segundo Bartomeu, o que preocupa o time agora em relação ao uruguaio é sua lesão. “Se a oportunidade surgir, discutiremos o assunto, mas estamos actualmente preocupados com a sua recuperação. É uma pena que ele vá perder esta parte importante da temporada”.

Leia também