Barcelona não tinha jogadores para tiki-taka, diz Koeman após empate com Granada

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
Ronald Koeman durante partida entre Barcelona e Granada pelo Campeonato Espanhol
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

(Reuters) - Ronald Koeman, técnico do Barcelona, defendeu o estilo de jogo de seu time no empate de 1 x 1 de segunda-feira com o Granada pelo Campeonato Espanhol, dizendo que a equipe desfalcada não tinha jogadores capazes de executar o característico estilo de troca de passes conhecido como tiki-taka.

Uma cabeçada de última hora de Ronald Araújo resgatou um ponto para o Barcelona, que chegou ao segundo empate em quatro jogos. O resultado deixa o clube na sétima colocação da liga com oito pontos, cinco atrás do líder Real Madrid, que disputou um jogo a mais.

Koeman disse que o time, que estava sem vários jogadores por causa de lesões, não conseguiu usar os passes curtos porque não foi capaz de encontrar espaço.

"Tivemos que sacrificar nosso estilo de jogo um pouco para tentar conseguir o resultado, usando cruzamentos no lugar de jogar pelo meio", disse Koeman aos repórteres. "Se você olhar a escalação para o jogo, era a única coisa que podíamos fazer."

"Não podemos jogar tiki-taka se não há nenhum espaço. Isto significa que temos que tentar encontrar outra maneira de jogar. Para mim, é sobre isso que se tem que conversar, o fato de que tentamos tudo para conseguir um ponto."

"Sabemos que talvez não seja o futebol do Barcelona, mas este Barcelona não é aquele de oito anos atrás."

O treinador holandês é alvo de questionamentos devido aos resultados medíocres da equipe, o que cria especulações sobre seu futuro no clube catalão.

(Por Manasi Pathak em Bengaluru)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos