Barça faz grande 1º tempo e vence Athletic Bilbao: 2 a 0

EFE

Barcelona, 18 mar (EFE).- Sem dar chances à concorrência, o Barcelona manteve a invencibilidade e deu mais uma passo na direção do título do Campeonato Espanhol neste domingo ao vencer o Athletic Bilbao por 2 a 0 no Camp Nou, em jogo válido pela 29ª rodada.

A equipe basca entrou em campo disposta a pressionar o adversário desde a saída de bola e buscar uma transição rápida para o ataque. Entretanto, o planejamento funcionou por apenas oito minutos, tempo necessário para que Alcácer fizesse 1 a 0. O centroavante, que substituiu Luis Suárez, suspenso, recebeu cruzamento por baixo de Alba e chutou rasteiro no canto para balançar a rede.

O segundo poderia ter acontecido aos 14, em uma das finalizações características de Philippe Coutinho, mas a bola parou no travessão. Quem aumentou então foi Messi, que foi acionado na entrada da área e bateu firme no canto esquerdo baixo para aumentar.

Na etapa final, o ritmo do da partida caiu. O Barça ficou um pouco preguiçoso, mas o Bilbao não teve forças para reagir. Na melhor chance dos visitantes, depois de passe errado do goleiro Ter Stegen, Aduriz tentou por cobertura, mas errou o alvo.

Além de Luis Suárez, os donos da casa tiveram a ausência do volante Busquets, machucado, enquanto o meia Iniesta foi banco e entrou apenas na parte final do duelo. Com isso, os brasileiros Paulinho e Philippe Coutinho foram titulares novamente.

Mais cedo, no Estádio Municipal de Butarque, o Leganés derrotou o Sevilla por 2 a 1 e deixou a equipe visitante ainda mais longe da próxima Liga dos Campeões. Bustinza e Eraso abriram 2 a 0, e Layún descontou nos acréscimos do segundo tempo.

Com o revés, os comandados do técnico Vincenzo Montella continuam em quinto lugar, com 45 pontos, a 12 do Real Madrid, que fecha a zona de classificação para a 'Champions', na quarta posição. O Leganés aparece em 12º, com 36.

Montella mandou o lateral-esquerdo Guilherme Arena a campo no decorrer da etapa final, enquanto no time mandante o volante Gabriel Pires atuou durante os 90 minutos. EFE


Leia também