Barcelona e Uruguai vivem tensão e não entram em acordo sobre situação de Ronald Araújo na Copa

Ronald Araújo se recupera de lesão na Copa do Qatar (Foto: PABLO PORCIUNCULA / AFP)


Nas últimas semanas, jornais espanhóis divulgaram um suposto desentendimento entre Barcelona e Uruguai, alegando que o clube estaria incomodado com a seleção estar "forçando" a recuperação da lesão de Ronald Araújo para a Copa do Mundo.

O presidente catalão, Joan Laporta, confirmou o desconforto em uma entrevista recente. Já o responsável pela Associação Uruguaia de Futebol, Ignacio Alonso, se mostrou "irritado" com tantas versões sobre a situação e retrucou.

> Listamos 15 nomes da Copa do Mundo que podem ou vão trocar de time após o Mundial

O lateral está se recuperando de uma cirurgia por conta de uma lesão muscular, sofrida em setembro deste ano. Em entrevista coletiva, Laporta expressou sua preocupação em relação à saúde do jogador e disse que "espera que a seleção seja prudente".

- O que queremos é que o jogador não seja forçado a ter uma recaída da lesão. O jogador aceitou, a Seleção Uruguaia aceitou, mas há indícios de que ele está treinando pesado de alguma forma. Espero que sejam prudentes e que, acima de tudo, prevaleça a saúde do jogador. Se houver um risco mínimo que não jogue. Araújo sabe da situação e vai retribuir tudo que fizemos se comportando - desabafou.

> Confira a tabela completa e classificação da Copa do Mundo!

Ignacio Alonso, presidente da AUF, por sua vez, se mostrou irritado com as versões dos jornais espanhóis sobre o modo que a seleção uruguaia conduz a situação e disse não haver "nenhum desentendimento com o Barcelona" por conta de Araújo.

- Coisas de campo é a AUF quem decide. O jogador está sob responsabilidade da AUF e do nosso corpo médico. Nós do Uruguai não trabalhamos com improvisações, como algumas declarações da imprensa subterrânea alegam. Trabalhamos de forma séria - disse Alonso, que concluiu ao Canal 12:

- Ninguém do Barcelona falou com a gente formalmente. Alguns funcionários do clube manifestaram uma absoluta repulsa com essas versões. Agora, se vai jogar contra Gana eu não sei, vamos esperar. A comissão técnica e os médicos decidirão.