Barcelona e Juventus se unem para desfalcar Inter de Lautaro

Goal.com

A autobiografia lançada por Giorgio Chiellini tem causado uma polêmica atrás da outra no mundo do futebol. Após a divulgação de críticas a Felipe Melo e Mario Balotelli, o zagueiro da Juventus foi perguntado sobre a passagem do livro em que diz "odiar" a Inter de Milão. 

"Eu acho que as pessoas entenderam o que quis dizer, eu não quero ser mal interpretado. Eu odeio a Inter de uma maneira esportiva, assim como Michael Jordan odeia os Pistons. Eu não consigo não odiar a Inter, mas 99,9% das vezes que eu me encontro com jogadores fora do campo depois de batalhas duras, nós conseguimos dar uma boa risada", falou Chiellini à La Repubblica.

Influenciado pela filosofia exposta por Jordan de que no esporte 'os fins justificam os meios', Chiellini, como jogador da Juventus poderia fazer qualquer coisa para enfraquecer a equipe que procura quebrar a hegemonia juventista na Serie A. 

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

E não é apenas Chiellini que pensa assim, a diretoria da Juventus parece estar determinada a ajudar o Barcelona a enfraquecer o amargo rival interista, segundo apuração feita pela Goal. E o plano para isso tem a ver com a janela de transferências. 

Lautaro Martinez Inter 2019-20
Lautaro Martinez Inter 2019-20

A Juve quer mexer suas peças no mercado para que o Barça consiga ter condições de contratar a estrela da Inter, Lautaro Martínez. O interesse da equipe catalã no atacante argentino vem sendo noticiado há algum tempo e parece contar com o apoio até mesmo de Lionel Messi, principal estrela do Barça e companheiro de seleção de Lautaro

A multa rescisória de Martínez na Inter é de 111 milhões de euros (cerca de R$ 682 milhões), e esse dinheiro não está disponível para o Barça, que já demonstrava dificuldades com suas finanças mesmo antes da quarentena imposta pela pandemia do novo coronavírus. 

Consequentemente, o Barça precisa ser criativo e agora espera mandar Nelson Semedo ao Manchester City em troca de João Cancelo, um jogador que o Inter adoraria trazer de volta a San Siro. Assim, os Blaugrana acreditam que poderiam usar o jogador da seleção de Portugal para reduzir seus gastos com Martinez.

É claro que esse acordo deixaria o Barça sem o lateral direito, e é aí que a Juventus entra.

Os Bianconeri estão dispostos a deixar Mattia De Sciglio se mudar para o Camp Nou, pois isso não apenas aumentaria suas esperanças de trocar Miralem Pjanic pelo meia do Barça, Arthur, mas também enfraqueceria significativamente a Inter.

O movimento parece arriscado e explicita muito da política por trás das contratações das grandes equipes de futebol pelo mundo. 

A Juventus é líder da Serie A, que deve retornar em junho, a Inter, de Antonio Conte, está em terceiro lugar, mas é quem tem o projeto, o time e a filosofia mais sólidos para tentar acabar com a sequência campeã do time da Turim na primeira divisão italiana. 

Por isso, de uma forma diferente, mas com similaridades, a Juventus aposta em um papel que o Bayern de Munique tem feito há vários para conseguir manter sua hegemonia: enfraquecer rivais da liga doméstica. Dessa vez a Juve não contrataria a estrela argentina, apenas facilitiaria as coisas para que ele saísse do país e fosse "causar problemas" em outra liga.

Leia também