Barcelona diz que Superliga é "oportunidade histórica" e hesita em tomar decisão apressada

·1 minuto de leitura
Estádio do Barcelona

BARCELONA (Reuters) - O Barcelona justificou ter se filiado à Superliga Europeia dizendo se tratar de uma "oportunidade histórica" para garantir a sustentabilidade financeira do futebol, acrescentando que continua comprometido com o projeto, apesar de outros clubes terem desistido.

Em um comunicado desta quinta-feira, os catalães disseram que o projeto exige mais análise e que pode ser adotado com um formato diferente, mas pareceram descartar a possibilidade de sair, como o espanhol Atlético de Madri e os seis times ingleses.

"Dada a reação pública que o projeto supramencionado provocou... não há dúvida de que o FC Barcelona entende que uma análise muito mais aprofundada das razões que causam esta reação é necessária", disse o comunicado.

"Tal análise aprofundada exige tempo e a compostura necessária para evitar se tomar qualquer ação apressada".

Manchester City, Chelsea, Manchester United, Liverpool, Arsenal e Tottenham Hotspur abandonaram o projeto na terça-feira, e o Atlético os acompanhou no dia seguinte. Juventus, Inter de Milão e Milan também reconheceram que o plano fracassou.

Mas o presidente do Real Madrid, Florentino Pérez, recusa-se a aceitar que o projeto morreu, e o chefe do Barça, Joan Laporta, disse mais cedo nesta quinta-feira que a Superliga é uma necessidade, mas que está aberto a um diálogo com a Uefa.

O Barcelona atravessa uma crise financeira profunda, apesar de ser o clube mais valioso do mundo e ter a maior renda.

(Por Richard Martin)