Buffon admite que duelo da Juventus contra Barcelona dá medo

Roma, 29 mar (EFE).- O goleiro e capitão da Juventus, Gianluigi Buffon, admitiu nesta quarta-feira que o duelo pelas quartas de final da Liga dos Campeões contra o Barcelona dá "medo", e destacou que sua equipe terá que dar o máximo para ter chances de passar.

Buffon, de 39 anos, considerou que o segredo para encarar confronto contra o Barcelona (ida em 11 de abril e volta em 19 de abril) será saber controlar as emoções, segundo disse aos veículos de imprensa presentes em um ato organizado por um de seus patrocinadores.

"Quem não tem a coragem de dizer que esses jogos dão medo, ou mente ou não pode ser um atleta de alto nível, porque não percebe as emoções", afirmou.

O goleiro ressaltou que "o importante não é não ter medo, porque isso às vezes é quase impossível, mas encontrar a coragem para superá-lo" e advertiu a seus companheiros que para eliminar o Barcelona "será preciso a melhor Juventus".

Perguntado sobre sua relação com a Liga dos Campeões, Buffon afirmou que é uma competição emocionante.

"Nada me emociona como um jogo da Liga dos Campeões. Para mim é muito bom estar aqui, lutar e ser protagonista. Se a ganhar ficarei muito feliz, mas se não, estarei igualmente agradecido a essa competição pelas emoções que me proporcionou", disse.

Após disputar o jogo de número 1000 de sua carreira na última sexta-feira (Itália 2 x 0 Albânia), Buffon garantiu que ainda está motivado para continuar atuando em alto nível.

"Quero jogar mais partidas, mas duelos de qualidade. A qualidade marca a diferença. Quero jogar em altíssimo nível os jogos que tenho para disputar", declarou. EFE