Barcelona bate Sevilla com tranquilidade e assume liderança provisória

O Barcelona, sob batuta de seu trio de ataque, o “MSN”, Messi, Suárez e Neymar, passeou pelo gramado do Camp Nou nesta quarta-feira e venceu com facilidade o Sevilla, por 3 a 0. Com a conquista dos três pontos, o Barça assumiu temporariamente a liderança do Campeonato Espanhol, com 69 pontos. Isso porque o Real Madrid vem em seguida, com 68, e ainda joga nesta quarta – sem contar que os merengues tem, neste momento, dois jogos a menos.

Messi, voltando de suspensão, e o uruguaio Suárez foram os dois principais nomes da partida. Neymar, apesar de bons lances e participação direta no segundo gol, não teve atuação brilhante como em jogos anteriores.

Pela 31ª rodada do Espanhol, o Barcelona visita o Málaga, no próximo sábado, às 15h45 (de Brasília). O Sevilla, que tem 58 pontos na quarta colocação, receberá o Deportivo La Coruña no mesmo dia, às 13h30.

 O jogo – Logo aos três minutos o Barcelona, pelos pés de Messi, anunciou o que estava por vir no primeiro tempo – e no jogo como um todo: no lance, o argentino recebeu na entrada da área e bateu de primeira. A bola acertou o travessão, pingou no chão, sem ultrapassar a linha do gol, e foi a primeira boa chegada dos donos da casa.

Depois disso, a pressão aumentou. Com exceção da chance perdida por N’Zonzi, que em cobrança de lateral pela direita ganhou de Mascherano, dentro da área, e ficou cara a cara com Ter Stegen, mas desperdiçou a oportunidade, praticamente só deu Barça.

De tanto tentar, a bola balançou as redes. E de forma primorosa. Aos 24 minutos, Messi puxou contra-ataque, fez boa jogada individual e cruzou para dentro da área. A zaga ainda tentou afastar, mas a bola sobrou no alto para Suárez, que emendou uma meia bicicleta. Um golaço que Sergio Rico não pôde evitar.

O belo tento empolgou os catalães. Três minutos depois, Rakitic puxou outro rápido contra-ataque, desta vez quatro jogadores de ataque contra três defensores, e abriu para Neymar. O brasileiro passou com facilidade pelo marcador e tocou para dentro. Suárez, como garçom, rolou de primeira para o meio e Messi, também com apenas um toque, ampliou.

Quando o relógio marcava 33, Messi fez mais um. Após sobra de escanteio, ele bateu sem deixar a bola cair e estufou as redes do goleiro do Sevilla. Em pouco mais de dez minutos, o Barça criou uma larga vantagem no confronto.

No segundo tempo, o panorama não mudou de início e o Barcelona continuou dominando e criando as melhores jogadas. Com cinco minutos, o trio “MSN” pressionou a saída de bola do Sevilla e teve êxito: Suárez roubou a bola e tocou para Messi. Com o goleiro mal posicionado, adiantado, o argentino tentou fazer de cobertura. Rico chegou a tempo e evitou o gol.

Com o placar praticamente resolvido, ambas as equipes dosaram o ritmo. O Sevilla, tentando diminuir o marcador, teve três boas chances de gol, bloqueadas por Ter Stegen. O Barça, sob a vantagem construída no primeiro tempo, administrou o máximo que pôde a partida e teve alguns pontuais lances de perigo. Nada que ampliasse o placar.